Estudo constante sempre foi necessário para adquirir boa colocação profissional, avalia reitora da Univates 

MERCADO DE TRABALHO

Estudo constante sempre foi necessário para adquirir boa colocação profissional, avalia reitora da Univates 

Para Evania Schneider, hoje é preciso diversificar qualificações e competências. No passado, estudo era focado na base de formação

Por

Atualizado terça-feira,
09 de Agosto de 2022 às 09:45

Estudo constante sempre foi necessário para adquirir boa colocação profissional, avalia reitora da Univates 
Evania Schneider, reitora da Univates (Foto: Henrique Pedersini)
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Pesquisa publicada no Jornal Zero Hora, nesta semana, destaca a necessidade de a qualificação profissional ser uma constante até o fim da carreira. Em entrevista ao programa A Hora Bom Dia, a reitora da Universidade do Vale do Taquari (Univates), Evania Schneider analisa que sempre foi necessário estudar para adquirir boa colocação profissional.

LEIA MAIS:

A mudança está na diversificação de qualificações e competências. No passado, o estudo era focado na base de formação. “O investimento de capacitação dentro das organizações era todo realizado em cima da formação do profissional”, cita Evania, que tem formação e experiência na área de recursos humanos.

“Hoje precisamos de uma multiplicidade de competências, com uma carga de muita competência tecnológica e emocional. Este turbilhão de coisas oferecidas pelo mundo nos deixa com muito mais dificuldades emocionais. A ansiedade é muito grande. O desejo pelas coisas. E a gente nunca está satisfeito. A gente quer mais. E para isso, precisamos estar se qualificando.”

Entre outras características citadas, a curiosidade é destaque e de fundamental execução para o profissional adaptável e proativo.

Ouça a entrevista na íntegra 


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook

Acompanhe
nossas
redes sociais