Sindicato médico visita Lajeado e acolhe demandas regionais

SIMERS

Sindicato médico visita Lajeado e acolhe demandas regionais

Remuneração, condições de trabalho e sistema de contratações no setor público estão entre as prioridades da campanha do Simers

Por

Sindicato médico visita Lajeado e acolhe demandas regionais
Vice-presidente do Simers participou ontem da programação da Rádio A Hora 102.9 (Foto: Renata Lohman)
Lajeado
CRON - Lateral vertical - Final vertical

Uma comitiva do Sindicato Médico do RS (Simers) esteve em Lajeado nessa quarta-feira para receber as demandas dos associados. Liderada pelo vice-presidente Marcos Rovinski, o grupo também fez a divulgação da campanha “Duas Vidas, Um Só Coração”, que tem o objetivo de reivindicar melhores condições para a classe médica.

Após 18 meses de pandemia, a avaliação da entidade é de “uma precarização da atividade médica”, nas palavras de Rovinski. “Os médicos foram muito aplaudidos durante a pandemia, muitos colegas enfrentaram a doença, levaram a doença para suas famílias, mas não pararam de trabalhar”.

O sindicato aponta problemas no sistema de contratações, como a terceirização dos serviços, que acarreta em situações até mesmo de não remuneração. Além disso, a presença em diferentes regiões faz parte da estratégia de atender as necessidades dos médicos do interior.

No processo de aproximação da sua estrutura com os profissionais do interior, o Simers fez uma regionalização que dividiu o estado em cinco regiões, com médicos atuando como diretores em cada região. “Queremos atender a necessidades sindicais dos médicos do interior, oferecendo auxílio jurídico, contábil, trabalhista, entre outros”, explica o vice-presidente.

O aspecto estrutural também é pauta de críticas do sindicato. “Se olhares as condições de trabalho de qualquer posto de saúde, em geral, são muito ruins”, afirma Rovinski.

O Simers conta com 198 associados em Lajeado e a entidade calcula ter se reunido com cerca de 50 médicos do município. O sindicato tem mais de 15 mil membros no RS, a maior abrangência da América Latina.
A campanha “Duas Vidas, Um Só Coração” vai até o dia 18 de outubro, quando é celebrado o Dia do Médico.