CCR inicia obras preparatórias à 3ª faixa na 386

DUPLICAÇÃO

CCR inicia obras preparatórias à 3ª faixa na 386

Concessionária aguarda autorização de agência federal para avançar com trabalhos no trecho entre Lajeado e Estrela. Além da pista adicional, investimento contempla melhorias em acessos, pontes e viadutos

Por

CCR inicia obras preparatórias à 3ª faixa na 386
Empresa terceirizada pela CCR ViaSul inicia preparativos à construção da faixa adicional entre Lajeado e Estrela. Crédito: Henrique Pedersini
Vale do Taquari

A CCR ViaSul iniciou esta semana os preparativos para a construção de faixa adicional até Estrela. Neste primeiro momento ocorrem serviços de drenagem e instalação de bueiros. Para avançar com os trabalhos é necessário o aval da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), inicialmente previsto para maio. Embora haja o atraso na emissão do documento, segundo a concessionária, não há impacto no cronograma.

Essa nova etapa de obras na BR-386 compreende melhorias no fluxo desde o acesso à rodovia ERS-130 até o trevo de Estrela. A terceira pista tem extensão de 5,1 quilômetros em cada um dos sentidos e o investimento estimado é de R$ 100 milhões.

Conforme estimativa da CCR, 50% da obra deve ficar pronta em fevereiro de 2023 e a entrega total no ano seguinte. Além da terceira faixa, o projeto contempla duas novas passarelas, um trevo de acesso à ERS-129, melhorias nas interseções aos bairros Hidráulica e Centro e alargamento de pontes e viadutos.

As intervenções ocorrem com o objetivo de ampliar a capacidade de fluxo e, por consequência, a segurança dos motoristas. Em outro ponto da área urbana de Lajeado, que compreende o trecho de duplicação, serão construídas vias marginais para segregar o trânsito urbano ao rodoviário.

Em relação aos prazos da obra entre Lajeado e Marques de Souza, as estimativas foram revistas e passaram de fevereiro para julho de 2023. Conforme a concessionária, esse atraso se atribui à demora na emissão da licença ambiental que permitiu o início das obras somente em julho do ano passado, e não em fevereiro.

Obras exigem paciência

Com o avanço dos serviços no trecho urbano de Lajeado, aumenta a lentidão e os bloqueios no fluxo. A situação requer maior atenção dos motoristas para evitar acidentes. Conforme o chefe da 4ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Paulo Reni da Silva, houve o incremento de sinalização e ações para reduzir o impacto das obras na circulação de pessoas e veículos.

“O fluxo no segmento urbano de pista simples era problemático e por isso da necessidade em ampliar a capacidade. Enquanto estiver em obras se percebe que pedestres, ciclistas e automóveis acirram a disputa por espaço”, observa Silva.

Ainda conforme o chefe da delegacia da PRF, em Lajeado, como medida para evitar acidentes, houve o diálogo com a empresa responsável pela obra e concessionária a fim de adequar alguns cronogramas e reforçar a sinalização. “Algumas intervenções ocorrem durante a noite em horário de menor fluxo.”

Conforme Silva, os motoristas precisam ter paciência. “Não há muito o que fazer por enquanto”, comenta. Em relação às faixas adicionais no trecho até Estrela, observa também, a instalação de dispositivos de segurança para a divisão das pistas e evitar acidentes com colisão frontal.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook