Parceria com moradores permite obras em 37 ruas de seis bairros em Arroio do Meio

Pavimenta Fácil

Parceria com moradores permite obras em 37 ruas de seis bairros em Arroio do Meio

Programa Pavimenta Fácil contemplou 5,6 quilômetros de rua. Outros 12 projetos serão analisados pelo Executivo

Por

Atualizado terça-feira,
02 de Agosto de 2022 às 13:30

Parceria com moradores permite obras em 37 ruas de seis bairros em Arroio do Meio
Dar mais qualidade de vida, valorizar os lotes e permitir o calçamento em ruas da área. Crédito: Gabriel Santos
Arroio do Meio

Dar mais qualidade de vida, valorizar os lotes e permitir o calçamento em ruas da área urbana. Esses são objetivos do Programa Pavimenta Fácil. Implementado há 18 meses, iniciativa permite a parceria entre governo municipal e moradores na pavimentação de ruas a um custo menor.

Até o momento, 37 ruas em seis bairros foram contempladas, oito delas estão em obras. Outros 12 projetos estão protocolados no setor de planejamento e aguardam análise. O programa prevê que proprietários de lotes arquem com material, como o pó de brita, pedras de basalto, tubulação, contratação de empresa e mão de obra.

Ao município cabe a elaboração do projeto técnico, terraplanagem, fornecimento de meio-fio para calçadas, colocação da rede pluvial e se necessário o rompimento de rochas em valas ou no leito da estrada.

De acordo com o secretário de Planejamento, Carlos Rafael Black, o programa agiliza obras nos bairros, pois a negociação ocorre de forma direta entre moradores e empresas, sem a necessidade de tramitações públicas como tomada de preços ou licitações, além de reduzir em até 10% o custo total da obra.

Outra vantagem elencada por Black, é a negociação, pois o grupo de morador faz a negociação direta com as empresas que emitem contratos individuais com os proprietários de lotes. “O governo tem apenas o vínculo inicial de elaborar os projetos e reunir os moradores interessados na proposta”, destaca.

Proprietários interessados na pavimentação podem recorrer ao governo municipal, direto no setor de planejamento e preencher formulários. Para isso é necessária a aprovação de 80% dos moradores dos lotes da futura área pavimentada. Quem não participar, terá mão de obra e materiais custeados pelo município, porém o valor é cobrado mediante a contribuição de melhorias.

Em 18 meses o Pavimenta Fácil possibilitou o calçamento de 5,6 quilômetros, o que corresponde 57 mil metros quadrados. Nos recentes projetos, 12,3 mil metros quadrados foram pavimentados no sistema associativo.

Benefícios

Ruas como a Hibisco e a Bahia no bairro São Caetano foram pavimentadas no sistema associativo. Para o morador e proprietário de um lote, Jorge Schmidt, o modelo permite investimentos na residência e ameniza um problema antigo dos moradores: a poeira.

Para ele, é necessária a participação dos moradores, com mínimo de participação pública. “A parceria com o governo é um exemplo. A obra além de contribuir para a melhora da qualidade de vida, também valoriza ainda mais o nosso imóvel”, destaca.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook