Lembranças  da 2ª Guerra

Opinião

Raica Franz Weiss

Raica Franz Weiss

Lembranças da 2ª Guerra

Por

Gustavo Adolfo 03

Quase 60 anos depois, o ex-soldado Emílio Wolfart contava sua história na Segunda Guerra Mundial ao Jornal O Informativo. Em 2003, Wolfart tinha 83 anos de idade e lembrava dos angustiantes meses em que lutou na Itália, em 1945.

O conflito foi o maior da História e deixou mais de 70 milhões de mortos entre os anos de 1939 e 1945. Natural de Poço das Antas e com 22 anos na época, Wolfart foi convocado para integrar a Força Expedicionária Brasileira (FEB). A partida só ocorreu três anos mais tarde, em 1945. Da casa da tia, onde estava hospedado em Santa Maria, Wolfart lembrava da despedida dramática: “Até nunca mais. Os peixes vão te devorar”.

A expedição rumo à Europa saiu de navio do Rio de Janeiro, em uma viagem de 15 dias. Durante o trajeto, Wolfart e sua equipe ficaram no porão da embarcação, encolhidos em meio ao calor. Na Itália, se depararam com o frio europeu, mas, apesar das dificuldades, o ex-soldado contava que ele e seus companheiros nunca temeram a morte. “Sentíamos honra em participar de algo tão grandioso”. Wolfart lutou em Monte Castelo e recordava do grande número de mortos, dos corpos enterrados em grandes valas.

Ele só retornou ao Brasil em setembro de 1945, quando a grande guerra já havia terminado. Wolfart brincava que a guerra havia sido ganha graças à bravura dos gaúchos. Anualmente, ele e outros ex-combatentes se reuniam para homenagear os colegas mortos em batalha e relembrar os momentos vividos na guerra. Poucos anos depois da reportagem, em 2005, Emílio Wolfart faleceu.

Emílio Wolfart aos 83 anos, em 2003., e na na época do exército. Crédito: Arquivo Municipal de Lajeado/O Informativo


Nova comissão do Lajeadense

A direção do Clube Esportivo Lajeadense anunciava a contratação do fisicultor Alexandre Seben e do treinador Júlio Xavier para o Campeonato Gaúcho. Naquele ano, o presidente do clube era Antônio Carlos Ruaro.


Enquanto isso…

Assassinato de Sabotage – Há 20 anos, o rapper e ator Sabotage, como era conhecido Mauro Mateus dos Santos, era assassinado com 4 tiros na zona sul de São Paulo. Com 29 anos na época, ele já havia lançado várias músicas e participado dos filmes “O Invasor” e “Carandiru”. Naquele tempo, a suspeita era de que o crime tivesse sido motivado por vingança. Em 2010, um homem foi preso, acusado pelo assassinato.


HÁ 50 ANOS

Exposição de Pássaros em Estrela

A Sociedade Ornitológica do Alto Taquari promovia uma exposição de aves em Estrela. O evento ocorreu no salão paroquial da Comunidade Católica de Estrela e reuniu mais de 300 pássaros, apresentados por 24 expositores.

Enquanto isso…

Satélite brasileiro – Cinquenta anos atrás, era anunciado que o Brasil estudava o lançamento de um satélite de comunicações. O aparelho permitiria transmitir o sinal de televisão para todo o território brasileiro e inclusive para a Argentina.

 

Acompanhe
nossas
redes sociais