Dê à Educação o valor  que ela merece

Opinião

Fabiano Conte

Fabiano Conte

Jornalista e Radialista

Dê à Educação o valor que ela merece

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

É quase impossível acreditar que ainda tenhamos filas nas escolas estaduais para garantir vagas no ano letivo. De que existam escolas sem ar-condicionado, sem banheiros descentes, um local digno para as refeições, bibliotecas fechadas e pasmem, falta de professor. Assim é a educação que o primeiro governador reeleito da história do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), elegeu como prioridade do seu mandato.

Não é realidade de todas, mas de muitas de nossas escolas estaduais, inclusive no Vale, apesar dos avanços dos últimos anos. Leite se comprometeu em recuperar o aprendizado defasado pelos dois anos de pandemia e viabilizar a meta ousada de expansão do turno integral para 50% das escolas de Ensino Médio em quatro anos. Também faz parte das promessas agilizar as reformas das estruturas de ensino, que aguardam por melhorias. Em seu discurso de posse afirmou que pretende “combater à pobreza, especialmente à pobreza infantil.”

Ao contrário do cenário financeiro de salários atrasados dos servidores e do pagamento de fornecedores, enfrentado no primeiro governo, Leite propaga que, agora, com as contas em dia será possível fazer mais investimentos. O ex-secretário-geral das Nações Unida Kofi Annan, define muito bem o que esperamos sobre a edução: “Informação liberta. Educação é a premissa do progresso em qualquer sociedade e qualquer família”. Ele tem razão, entretanto, ainda estamos muito longe de dar à educação o valor que ela merece.


Da cota pessoal

A nomeação de Simone Stülp para a secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia e de Marjorie Kauffmann para seguir na Secretaria de Meio Ambiente e Infraestrutura são da cota pessoal do governador Eduardo Leite. Ou seja, elas são de extrema confiança do mandatário e não há influência política em suas escolhas. Realizaram trabalho elogiado no governo passado – Simone como adjunta na mesma pasta e Marjorie como Diretora da Fepam e posteriormente na secretaria. Agora, serão titulares absolutas, e com chances de permanecerem os quatro anos.


Ele já sabia

Tive a oportunidade de entrevistar o secretário de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Carlos Rafael Mallmann, na sexta-feira pela manhã na Rádio A Hora. Fez um balanço das atividades desenvolvidas nos meses que comandou a pasta no governo passado. Quando perguntado sobre a continuidade, desconversou. Mallmann já sabia que seguiria no cargo, mas não tinha autorização para falar naquele momento. A oficialização ocorreu no meio da tarde da sexta. Rafael Mallmann entra na cota do União Brasil, com prestígio em alta.

Crédito: Gustavo Mansur/Piratini


Sem medo de amar

O médico capixaba Thalis Bolzan, namorado do governador Eduardo Leite, festejou a presença na posse com um post nas redes sociais. Thalis acompanhou Eduardo Leite em toda a cerimônia que ocorreu no Palácio Piratini e exaltou a coragem do companheiro em assumir publicamente a relação dos dois.

Escreveu em suas redes: “Hoje foi um dia que vai ficar guardado pra sempre na minha memória. Estar caminhando ao seu lado, faz de mim um ser humano melhor a cada dia. Obrigado por ser de verdade. Obrigado por tanta coragem. Obrigado por tanto amor. Amo muito você”. Durante o discurso de posse, Leite também fez uma menção ao relacionamento. “O Rio Grande do Sul não tem uma primeira-dama, mas tem uma pessoa que é de verdade. Pode ter certeza”, disse Leite.

Acompanhe
nossas
redes sociais