Indústria calçadista gera debate entre parlamentares

FAZENDA VILANOVA

Indústria calçadista gera debate entre parlamentares

Discordância entre colegas de partido marcam sessão que não teve projetos em votação. Orçamento do município para 2023 deverá entrar em pauta na próxima semana, assim como o Plano Municipal de Turismo

Por

Indústria calçadista gera debate entre parlamentares
Sessão ocorreu no CTG Pousada dos Tropeiros, com grande presença de público (Foto: Jhon Willian Tedeschi)
Fazenda Vilanova
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O encontro dos vereadores nesta semana ocorreu na segunda-feira, 19, no CTG Pousada dos Tropeiros, em alusão à Semana Farroupilha. A sessão não teve propostas em votação, no entanto dois projetos de lei do Executivo foram entregues ao Legislativo. A suplente Graziela de Quadros (Republicanos) assumiu a vaga de Paulo Délcio de Souza, que se afasta para tratar de assuntos particulares.

O principal destaque foi a discussão sobre um dos maiores potenciais empregatícios do município. A vereadora Cristina da Rosa (PDT), ao defender a busca por condições melhores de trabalho e oportunidades fora da indústria calçadista, motivou a resposta do colega de partido Leo Mota. “Hoje nós pensamos em ter outras oportunidades, mas se não fosse o calçado, Fazenda Vilanova seria o caos”, afirmou.

Na sequência, na manifestação do parlamentar João Fernandes (PP), Cristina explicou. “Eu não sou contra o calçado, por isso ressaltei que sou costureira. Precisamos sim do calçado.” O progressista acrescentou que o debate sobre os caminhos a seguir pelo município é fundamental. “Fazenda Vilanova está começando a despertar para o que está acontecendo na sociedade vilanovense.”

Atendimentos veterinários

Fernandes ainda fez uma indicação de mudança na legislação que prevê atendimentos de médicos veterinários para bovinos e suínos, para acréscimo de ovinos, caprinos e equinos. Na justificativa, ele argumentou que as criações dessas espécies tem colocado o município em destaque, com geração de renda e premiações de duas cabanhas na Expointer 2022.

Quarta mulher na câmara

Com o pedido de licença do vereador Paulo Délcio de Oliveira (Republicanos), a suplente Graziela de Quadros participou pela primeira vez das sessões do Legislativo. Ela se torna a quarta mulher entre os parlamentares e faz com que Fazenda Vilanova tenha a maior representação feminina entre as câmaras da microrregião.

Votação do orçamento adiada

A lei de diretrizes orçamentárias (LDO), que deu entrada na câmara no dia 30 de agosto, novamente ficou baixada para as comissões. O orçamento previsto para 2023 é de R$ 32 milhões e deverá ser votado até a próxima sessão, no dia 26. Outro projeto que deverá entrar em pauta na semana que vem é o Plano Municipal de Turismo, que foi detalhado na tribuna pela secretária-adjunta da Administração, Neusa Fell.

Legislativo mirim

Na próxima terça-feira, 27, ocorre a primeira sessão com os vereadores juniores, escolhidos no mês de agosto. Os nove jovens parlamentares e os três suplentes são alunos das Escolas Municipais de Ensino Fundamental (Emef) Edgar da Rosa Cardoso e Santana. No encontro, será eleita a mesa diretora do legislativo mirim de Fazenda Vilanova.

Acompanhe
nossas
redes sociais