Bombeiros em Lajeado

Opinião

Raica Franz Weiss

Raica Franz Weiss

Bombeiros em Lajeado

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Há 20 anos

O governo de Lajeado e entidades da cidade solicitavam uma unidade do Corpo de Bombeiros no município. Até então, as ocorrências eram atendidas pela guarnição de Estrela.

Na época, um documento era encaminhado à Regional de Bombeiros dos Vales, em Santa Cruz do Sul. A sugestão era que o posto de bombeiros ficasse no espaço do Daer, devido à localização central e fácil acesso.

Antigo local do Corpo de Bombeiros, foto de 2019. Crédito: Google Street View/2019

Apenas em dezembro de 2004, Lajeado inaugurou uma Central dos Bombeiros, mas no bairro Montanha, na Av. Benjamin Constant. Desde 2020, a Central funciona em um novo endereço, também no bairro Montanha.


Avicultura em Nova Bréscia

Em agosto de 2002, Nova Bréscia tinha mais de 350 aviários. Conforme reportagem do Jornal O Informativo, cerca de 80% da produção era destinada à exportação, por intermédio da Avipal, um grupo agroindustrial de Porto Alegre.

De acordo com a notícia, em 2001, Nova Bréscia produzia 27,5 milhões de frangos e ocupava o primeiro lugar no estado neste segmento. A avicultura era responsável por 70% da economia da cidade.

Arquivo Municipal de Lajeado/O Informativo


Enquanto isso…

1ª mulher no Turfe – Pela primeira vez na história, uma mulher participava do Grande Prêmio Brasil de Turfe. A gaúcha Josiane Gulart, de 17 anos, competia na tradicional corrida de cavalos, em 2002, no Hipódromo da Gávea, no Rio de Janeiro. Até hoje, nas 90 edições do prêmio, nenhuma mulher foi campeã e apenas quatro joquetas competiram no GP.


Hoje é Dia do Padre, Dia da Campanha Educativa  de Combate ao Câncer

Santo do dia = São João Maria Vianney


Há 50 anos

“Regras de dormir”

O Jornal Nova Geração de 1972 trazia um artigo sobre as “boas maneiras” na hora de se levantar no meio da noite. As orientações iniciavam assim: “Não saia do quarto em roupa de dormir, a não ser em direção ao banheiro, mas apenas se ele comunica-se diretamente com o seu quarto”.

“Se o banheiro for comum a vários quartos e for preciso passar por um corredor, não saia de pijama ou camisola. Vista um roupão de banho”. Além disso, a orientação era para “dar uma escovadela rápida nos cabelos”. “Não deixe que ninguém o veja com cabelo despenteado”.

As dicas continuavam, entre elas, era indicado informar-se antes, de forma discreta, sobre como funcionava o banheiro da casa; se tinha aquecedor a gás, chuveiro elétrico. “Mas não faça tais perguntas em público! Nem tampouco proclame aos quatro ventos quando for tomar seu banho diário”. Curioso como algo tão natural quanto levantar à noite tinha tantos artifícios. Lá se vão cinquenta anos…


Daniel Faraco como Cidadão Lajeadense

Daniel Faraco. Crédito: Divulgação

O deputado federal Daniel Faraco recebia, em 4 de agosto de 1972, o título de Cidadão Lajeadense por ser “um dos grandes amigos anônimos desta região e particularmente do município de Lajeado”.

Na época, o deputado contava ao O Informativo que um novo projeto seria encaminhado ao Congresso Nacional, para que a profissão das empregadas domésticas fosse regulamentada por lei e tivesse direito à previdência social.


Enquanto isso…

Emergência na Inglaterra – O governo inglês declarava estado de emergência no país devido à greve dos estivadores, que já durava uma semana. Por serem os profissionais responsáveis pelas cargas dos navios, a greve dos estivadores refletia diretamente no abastecimento de alimentos na Inglaterra e prejudicava as exportações do país.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook