Jovem canoísta desenvolve embarcação sustentável

ciência e ecologia

Jovem canoísta desenvolve embarcação sustentável

Canoa com plásticos e madeira será apresentado no Aluno Pesquisador, em outubro

Por

Jovem canoísta desenvolve embarcação sustentável
Lucas fez seis protótipos até concluir o projeto. Foram utilizados galões de plástico, canos de pvc, madeira e fios. No total, a canoa pesa 30kg. - Foto: Ezequiel Neitzke
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A Associação Ecologia e Canoagem (AECA) tem como um dos principais objetivos formar cidadãos e cuidar do meio ambiente. Nesse sentido, o aluno do projeto Remada Ecológica de Lajeado, Lucas Lottermann, 16, criou uma embarcação sustentável.

Aluno do CEAT, foi desafiado em fazer uma trabalho para o projeto Aluno Pesquisador. Neste ano, o tema é ecologia. Como Lottermann é atleta da AECA, decidiu unir a paixão pelo esporte com os estudos, com isso reuniu diversos materiais recicláveis para criar a canoa.

Segundo o aluno, a ideia inicial era fazer com garrafa pet de dois litros e cola, porém pela quantidade de garrafas que seriam necessárias e somente com cola não iria sustentar e quebraria a embarcação no meio. Foi quando, decidiu usar garrafões de 50l. Ao todo foram quatro e meio. Além do material, foram utilizados canos de pvc, madeira e fios. No total, a canoa pesa 30kg.

Lottermann destaca que a ideia original era para duas pessoas, mas ficou para um por segurança. “Qualquer pessoa pode sentar nela e sair remando, mesmo que nunca praticou o esporte. Fiz pensando em trazer mais pessoas para a modalidade.”

O projeto foi colocado no papel em abril. Foram vários meses de pesquisa e trabalho até que o projeto fosse concluído. Em parceria com os professores de física e química criaram vários esboços.

Para a mãe, Ana Lottermann, a canoagem mudou a vida do filho. Com grau leve de autismo, tinha dificuldade para se socializar e fazer amigos. Agora ele tem. “Isso nos faz uma família muito feliz.”

Cita que antes da canoagem o filho testou outras modalidades esportivas, mas nenhuma que o agradasse. Desde outubro ele integra a equipe do projeto. “Ele mudou da água pro vinho, largou o celular e está mais participativo em várias atividades. Somos eternamente gratos.”

Grata surpresa

Presidente da AECA, Marco Edson Carvalho da Silva destaca que o projeto desenvolvido por Lottermann é uma grata surpresa para a entidade. “É muito legal ver que o esporte transformando a vida das pessoas.”

Silva destaca que Lottermann domina muito bem a embarcação e está em um processo de evolução técnica com boas expectativas para ser um excelente atleta de canoagem.

Saiba mais

O projeto Aluno Pesquisador fomenta a prática da investigação científica entre os estudantes, aprimorando práticas de aprendizagem ligadas ao processo de pesquisa. Os objetivos do projeto são desenvolver a curiosidade científica e levar o aluno a construir conhecimento próprio. As apresentações do projeto estão previstas para outubro.