Empresas precisam ficar atentas a prazos do e-Social

Obrigatoriedade

Empresas precisam ficar atentas a prazos do e-Social

Diretor da RSData, Rogério Balbinot. participou de entrevista para falar sobre prazos para envio de documentos no programa

Por

Atualizado segunda-feira,
13 de Setembro de 2021 às 15:23

Empresas precisam ficar atentas a prazos do e-Social
(Foto: Ezequiel Neitzke)
Brasil
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A quarta fase do e-Social visa implantação de eventos relativos à Saúde e Segurança do Trabalhador (SST). A partir do dia 13 de outubro, empresas que integram o grupo 1 precisam informar sobre as SST dos colaboradores no sistema. O assunto foi pauta do programa A Hora Bom Dia, da Rádio A Hora, na manhã desta segunda-feira, 13, com o diretor da RSData, Rogério Balbinot.

O primeiro grupo a precisar enviar esses eventos é o de empresas com faturamento anual superior a R$ 78 milhões. Órgãos públicos passam a ter essa obrigatoriedade em julho do próximo ano. Balbinot explica que o envio dessas informações é parte complementar de todo o processo que vem sendo desde 2018.

Ele destaca que há um mês para o início do envio destes documentos, há empresas que estão despreocupadas. “As empresas estão correndo risco. O e-Social vai dar evidência de multas. Até hoje o governo consegue fiscalizar até 4% das empresas, mas com esse software vai fiscalizar 100% a partir da inteligência artificial”, pontua.

Com isso, ficará mais fácil fiscalizar. Balbinot explica que se um funcionário está recebendo horas-extras e insalubridade isso poderá ocasionar uma multa a empresa porque não é possível o funcionar insalubre receber horas-extras.

O empresário destaca a importância das empresas se atentarem para essas obrigatoriedades que podem ocasionar problemas maiores.

Ouça entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais