impacto da cheia

Estrela destrói mais de 20 casas atingidas pela cheia

Moradias não poderiam ser reformadas devido à lei municipal. Famílias foram encaminhadas ao programa de Aluguel Social

Por

Estrela destrói mais de 20 casas atingidas pela cheia
Processo iniciou ontem com a demolição de casas próximas à beira do rio Taquari. Foto: Fábio Kuhn
Estrela

A Defesa Civil de Estrela iniciou nessa sexta-feira, 31, a demolição de cerca de 20 casas que não apresentavam mais condições de uso após serem atingidas pela enchente histórica do dia 9 de julho. As primeiras estruturas destruídas estão na Rua dos Marinheiros, no bairro Moinhos.

Coordenador da Defesa Civil, Sandro Bremm destaca que a Engenharia do município também analisa a necessidade de demolição de outras residências em bairros como o Oriental, Imigrante e Marmitt.

Bremm cita lei municipal que proíbe construção ou reformas em habitações passíveis de serem atingidas por cheias de 24 metros do Taquari. “As pessoas não poderiam mais fazer nada para arrumar e não é prudente ter famílias em áreas de risco”, informa.

O trabalho de demolição tem prazo indefinido de término, relata Bremm. Conforme ele, é necessário derrubar as casas e remover os entulhos com cuidado por estarem em áreas próximas do rio.

Conforme a coordenadora de Habitação, Daiana Ávila as famílias desabrigadas foram encaminhadas para o Aluguel Social. “É uma medida que estamos tomando até definirmos um local para estabelecê-las”, afirmou em entrevista dias após a enchente.

Daiana ressalta ainda que se estuda a possibilidade dessas famílias serem inscritas em uma etapa futura projeto habitacional do município e reflorestamento das margens do rio.

Arroio do Meio

A enchente histórica fez ressurgir a preocupação com habitações localizadas na rua Campos Sales, em Arroio do Meio. Desde 2011, eram registrado deslizamentos no local. Após a cheia, o ponto entre os fundos da Brigada Militar (BM) e a estação da Corsan foi bloqueado para o trânsito por risco de novos desmoronamentos.

Cinco casas estão nesse trecho de cerca de 100 metros. Considerada a rua mais atingida pela enchente, a Campos Sales registrou ainda a destruição parcial ou total de 15 residências.

Uma equipe técnica estará no município na próxima semana para analisar soluções à rua. Segundo o Setor de Planejamento, ainda está indefinido o que poderá ser feito no local.