opinião

Deolí Gräff

Deolí Gräff

Jornalista

Coluna sobre sociedade, arte, cultura e expressões comunitárias.

Empresário recuperado de covid-19 afirma: “Sempre achei que superaria bem”

Por

Vale do Taquari

O empresário lajeadense Ricardo Antoniazzi, de 57 anos, contraiu o coronavírus em viagem à Suíça. Em seu retorno, dia 13/03, teve os sintomas característicos da doença: febre e tosse seca. “Imediatamente fiquei em isolamento completo em casa e comuniquei as autoridades da saúde do município”. Uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde foi até a residência do empresário. Além de coletar material para exames, orientaram sobre os procedimentos que deveria dotar. “Fiz o que eles me disseram e não tive problemas”.

• Como foi a sua reação ao saber o resultado do teste positivo?

Eu até não fiquei muito preocupado, pois a febre tinha ido embora. Mas depois ela voltou daí me preocupei mais. Nunca tive medo de morrer ou algo assim. Sempre achei que superaria bem.

• Como está sendo a quarentena?

Fiquei completamente isolado dentro da minha casa. Eu e a esposa dormimos em camas separadas. Tomamos banho em banheiros separados. Tomamos todos os cuidados para evitar a transmissão da doença. Já estou na terceira semana neste isolamento. Estou com muita vontade de trabalhar, sair de casa, reunir a família e me encontrar com os amigos. É um sacrifício necessário.

• Que recomendações o senhor transmite sobre os cuidados com o coronavírus?

Procurem evitar aglomerações e se possível fiquem em casa. Cuidem do sistema pulmonar. Também é importante cuidar da alimentação para fortalecer o sistema imunológico. Todo esforço, nesta hora, é importante para evitar que o vírus se espalhe.


Os micros estão em apuros

Os pequenos estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços vivem um momento cruel. De um lado, a pandemia afeta a todos. De outra parte, está a saúde das pessoas. No meio disto tudo está a economia, como sobreviver nesta crise? Os pequenos comerciantes estão muito presentes nas redes sociais, especialmente no whatsapp. É lá que eles têm voz e encontram eco, mesmo sabendo que a solução não esteja nas vociferações virtuais, mas é útil para dividir opiniões em tempo de confinamento. A vida de quem sobrevive com pouco não está fácil. Leia alguns comentários virtuais, que fazem pensar:

 


Morte de abelhas

O mês de março, como vem ocorrendo nos últimos anos, é crítico para a apicultura (criadores de abelhas com ferrão) e a meliponicultura (criadores de abelhas nativas, sem ferrão). Foram registrados mortes de enxames em várias partes do Estado.

– A Associação de Criadores de Abelhas Nativas do Vale do Taquari (Amevat) tentou identificar as causas e não encontrou resposta, uma vez que existem diferentes suspeitas.
– Felizmente março passou. As perdas estão contabilizadas.


Hugo Schmidt é criador de abelhas nativas no interior de Arroio do Meio

A propósito

Dia 05/04 a Amevat estará comemorando seis anos de existência, tendo como presidente fundador o empresário Hugo Schmidt. A entidade cumpre papel importante na preservação de abelhas nativas e do meio ambiente.

 

 

 


Bodas!

No dia 31 de março o casal Atheneu de Quadros (93) e Laura Muliterno de Quadros (90) completaram 71 anos de casamento e de pura felicidade. A família celebrou feliz (a distância) com os 7 filhos, 8 netos e 5 bisnetos. “Consideramos uma benção ter nossos pais em nosso meio”, escreveu a filha Berenice.


Colóquio virtual

Em tempos de quarentena, a Academia Literária do Vale do Taquari (Alivat) decidiu aderir ao meio virtual para propor debate literário. A entidade promove tradicionalmente na primeira quinta-feira do mês, (seria hoje) o Colóquio Literário, que consiste de encontro de escritores para fazer debate sobre temas de literatura. Em substituição ao Colóquio de abril, que não será realizado de forma presencial, foi criado um grupo no Facebook com o nome: Colóquio Literário da Alivat.

O grupo é aberto para todas as pessoas. Todos podem gravar vídeos sobre qualquer assunto literário, escrever um texto, comentar um livro e enviar para o privado do Grupo. O escritor Marcos Kreutz fará a postagem e todos poderão interagir com comentários.