Jardim do Cedro

Escola celebra 100 anos no Jardim do Cedro

Emef Dom Pedro I organiza festa para festejar um século dedicado à educação

Por

Escola celebra 100 anos no Jardim do Cedro

O centenário da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom Pedro I será comemorado neste sábado, 25, exatamente na data de sua criação. Na escola mais antiga do município, diversas gerações de famílias estudaram no lugar e retornam com boas lembranças.
 
Na festa de aniversário, o sábado terá brinquedos, lanches e a presença de representantes do governo municipal, das famílias de alunos, ex-alunos e a comunidade a partir das 13h. Na data haverá homenagens, resgate histórico por meio de um memorial e show de talentos por parte dos alunos.
 
A diretora da EMEF, Adriana Conceição Huber, ressalta a importância do aniversário para a comunidade escolar. São mais de 680 alunos do Jardim do Cedro e de bairros vizinhos como Santo Antônio, Moinhos e Conservas que frequentam o espaço, além de cerca de 60 professores e funcionários.
 
 

EMEF Comemora 100 anos com festa e atividades para as crianças

EMEF Comemora 100 anos com festa e atividades para as crianças0


Adriana entende a escola como um ambiente familiar. “Nós conhecemos a história de cada aluno, sabemos quem são os pais, os avós, criamos um laço muito forte”, conta.
 

Lugar para crescer

Entre os projetos desenvolvidos pela escola está a Mostra de Conhecimentos. Todas as turmas participam durante o ano, acompanhados pelos professores. Dessa forma, os alunos mostram os trabalhos aos colegas e a outras turmas, numa troca de aprendizados.
 
A vice-diretora, Mêlania Fritzen Sulzbach, trabalha na escola já faz mais de 20 anos. Para ela, o lugar é uma segunda casa, e a professora acredita no papel da educação oferecida na EMEF para a vida dos alunos.
 
“Aqui eu aprendi um pouco de cada coisa. Não só em conhecimento, mas em como ser uma pessoa melhor, tratar as pessoas bem”, explica a aluna do 9º ano, Luana Carolina da Silva, 14.
 
A escola marcou ex-alunos como Gabriela Ellwanger dos Santos, 15. “A escola me ensinou a ter perseverança, a nunca duvidar da nossa capacidade para conseguirmos alcançar tudo o que almejamos”, ressalta.
 

A família centenária

De geração em geração, a escola criou histórias familiares, como as da família Dellbügger e Auler. Eles receberão a homenagem de família centenária no sábado, com uma foto de cerca de 28 membros em frente à escola. Mas ao todo, a família possui mais de 30 pessoas que frequentaram a instituição.
 

BIBIANA FALEIRO – bibiana@jornalahora.inf.br