Variedades

O Sedã mais vendido do Brasil

Chevrolet Prisma chega à versão 2019 com novidades

Por

O Sedã mais vendido do Brasil

O Chevrolet Prisma chega consolidado à versão 2019. O tradicional sedã da marca americana é o carro mais vendido de seu segmento, tendo comercializado 71.735 unidades no último ano.
 
A linha 2019 do sedã compacto foi anunciada com novidades, sobretudo na lista de equipamentos. Praticamente todas as versões receberam novos detalhes de acabamento ou novos equipamentos de série.
 
Sua plataforma é uma variação da Gamma II da General Motors, a mesma aplicada nos Chevrolet Onix, Cobalt e Spin. O carro vem sendo bastante desejado por consumidores que querem um modelo compacto e com um bom porta-malas, mas que também tenha performance adequada, assim como espaço interno, conforto e conectividade.
 
Fabricado em conjunto com o Onix, o Prisma está em sua segunda geração, após a primeira ser derivada do Celta. Com o hatch atual, o sedã faz uma excelente dupla, que recentemente recebeu atualização visual, estrutura reforçada e diversas alterações para reduzir o consumo de combustível.
 
Gerente de vendas da concessionária Chevrolet JA Spohr, Saul Delazeri destaca que além de ser o sedã mais vendido do país, o Prisma é também o que tem uma das menores taxas de desvalorização do mercado. Ele cita o menor custo de manutenção e a vantagem do carro possuir três versões: Joy, LT e LTZ. “Nosso veículo possui itens que são encontrados somente em segmentos superiores,” casos do sensor de monitoramento de pneus, central multimídia de última geração MyLink e o sistema OnStar, que monitora todo o veículo. Além disso, Delazeri conclui. “Além de ser o sedã mais vendido do país, é lindo e carregado de vantagens para o cliente”.
 

Detalhes

Com 4,27m de comprimento, 1,70m de largura, e 2,52m de entre eixos, o Prisma 2019 tem um estilo atualizado, oferecendo um bom porta-malas com 500 litros de capacidade, assim como peso baixo, entre 1.035kg e 1.085kg.
 
A frente é baixa e recebe faróis monoparabola com opção de LEDs diurnos, grade dividida com logotipo da Chevrolet e detalhes cromados. As rodas de liga leve aro 15 polegadas têm desenho harmônico e os pneus 185/65 R15 dispõe de sensores para medição de pressão, além de serem de baixa resistência à rolagem.
 
Na traseira o carro apresenta lanternas compactas e redesenhadas com iluminação eficiente, bem como tampa de porta-malas com defletor de ar natural. O para-choque possui refletores noturnos, câmera de ré e suporte para placa. O aplique central é preto e os retrovisores são na cor do carro.
 

Novidades

De acordo com a Chevrolet, o carro recebeu mudanças nos quesitos mais valorizados pelos consumidores, o que inclui novos recursos visuais, de comodidade e segurança. Agora todas as versões do Prisma saem de fábrica com encosto de cabeça e cinto de três pontos, além do sistema Isofix com Top Tether, para fixação de cadeiras infantis no banco traseiro.
 
Com exceção do modelo Joy, as outras configurações incorporam painel de instrumentos com iluminação True White, nova chave multifuncional tipo canivete dobrável e nova opção de pintura Azul Infinity.
 
O modelo mais caro da linha, LTZ, agora é equipado com um novo acabamento em preto brilhante nas rodas de liga leve, além de ter introduzido lâmpadas tipo Blue Vision nos faróis. No interior, há um novo revestimento para os bancos, com couro sintético predominante.
 
Os modelos LT e Advantage também receberam novidades, como o revestimento híbrido nos bancos, que mistura tecido convencional e couro, além de gráfico estilizado em alto relevo. O LT foi quem mais recebeu novidades, como as rodas de liga leve de 15 polegadas, grade frontal com moldura cromada, retrovisores com ajuste elétrico, computador de bordo e central multimídia MyLink com câmera de ré integrada.
 
Nas versões Advantage, LT e LTZ, o Prisma dispões também de itens como vidros elétricos e travas elétricas com controle remoto, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, alerta de mudança de marcha e direção com assistência elétrica. Já no Prisma Joy, o modelo mais em conta da gama do sedã, as novidades também são estéticas, de acabamento e nos equipamentos de série.
 

Motor

O veículo vem equipado com dois propulsores bem conhecidos no mercado nacional. O motor 1.0 MPI da General Motors, que tem quatro cilindros em linha, cabeçote com oito válvulas e comando de válvulas com variador de posição. Além disso, possui injeção eletrônica indireta de combustível, entregando 78 cv com gasolina ou 80 cv com etanol.
 
O Chevrolet Prisma no motor 1.0 vem com transmissão manual de seis marchas, isso confere ao sedã compacto uma performance interessante na versão Joy, que obtém mais rendimento do motor com uma sexta marcha, reduzindo o esforço em estrada e melhorando a condução na cidade.
 
Já o motor 1.4 MPI equipa as versões LT, LT Automática, LTZ e LTZ Automática. Essa configuração tem injeção eletrônica indireta flex, e entrega 98 cv com gasolina e 106 cv com etanol. Já os torques são de 12,9 kgfm na gasolina e 13,9 kgfm no etanol.
 
O Prisma 1.4 tem a disposição às versões manual e automática GF6-3 da General Motors. Equipada com conversor de torque, a caixa hidramática tem seis velocidades e uma programação focada no conforto ao dirigir.