Dnit promete retomar edital de obras em 2024

BOM RETIRO DO SUL

Dnit promete retomar edital de obras em 2024

Primeira tentativa de licitar reforma da barragem foi frustrada por problemas burocráticos com as empresas candidatas

Por

Dnit promete retomar edital de obras em 2024
Bom Retiro do Sul

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) encontra entraves para as melhorias na barragem de Bom Retiro do Sul. A licitação para uma série de intervenções no local foi fracassada, devido à desclassificação de todas as empresas interessadas.

O resultado foi homologado no Diário Oficial da União (DOU), no dia 20 de outubro. A partir disso, o edital será revisado para a republicação, mas ainda não há um cronograma definido para a sequência do processo.

Com a reforma, espera-se otimizar a navegação entre o Porto de Estrela e o Porto de Rio Grande. Além disso, embarcações com 2,8 mil toneladas de carga poderão fazer a transposição do desnível introduzido pelo barramento em situação de estiagem na região Sul e na migração.

O valor orçado para as obras ultrapassa os R$ 80 milhões. A reforma na estrutura inclui serviços como recuperação das comportas e da eclusa, renovação do sistema de içamento, implementação de sistemas de segurança, entre outras medidas. O prazo total para execução do projeto é de 37 meses, a partir da Ordem de Início dos Serviços e poderá ser alterado, mediante aprovação do Dnit.

De acordo com a estatal, a eclusa da barragem de Bom Retiro tem o segundo maior movimento nas estruturas administradas pelo Dnit no RS. Por ano, cerca de 800 embarcações utilizam a passagem, a maior parte delas com cargas de areia. Entre janeiro e dezembro de 2020, último período apurado pelo departamento, mais de 200 mil toneladas de areia foram transportadas pela eclusa.

Expectativa para início de 2024

A estatal se manifestou por nota e justificou que a necessidade da reforma se dá por ser uma estrutura construída há mais de 50 anos. O projeto de recuperação e modernização do complexo abrangem áreas específicas como geologia e as mais diversas áreas da engenharia. “Atualmente, a estrutura está coberta por um contrato de operação e manutenção do complexo, contrato este que tem como objeto manter a continuidade das operações de forma segura”, menciona o comunicado.

A projeção do Dnit é acelerar a retomada do edital, para viabilização das melhorias. “Em função do longo período de vida útil dos equipamentos, é importante que o processo licitatório para a reabilitação da estrutura logre êxito, para que possamos entregar à sociedade um complexo mais moderno e confiável. Ressaltamos que o edital está passando por revisão, e temos a expectativa de uma nova publicação no primeiro semestre de 2024.”

Natal nas Águas

A utilização turística da Barragem não será impactada com as intervenções. Com abertura diária ao público, o local recebe o principal evento do município, o Natal nas Águas. Em 2023, a atração ocorre em 23 de dezembro, com a dupla sertaneja Fernando e Sorocaba como destaque. Em julho, o governo municipal confirmou a autorização do Dnit para que a programação ocorra no espaço.

As condições de visitação são endossadas pelo órgão federal. “Com relação ao acesso de visitantes, existe, atualmente, um acordo firmado com a Prefeitura Municipal de Bom Retiro do Sul, para visitação do complexo. Esta visitação está condicionada às regras de segurança que visam a proteção aos visitantes e a manutenção das operações.”

Melhorias na Barragem

Comportas

O Dnit considera urgente a recuperação das comportas, uma vez que são equipamentos que atuam no controle da vazão da água e dos níveis de represamento do rio, e garantem as condições de navegabilidade na hidrovia.

Sistema de Içamento

Com o comando dos guinchos apenas em funcionamento local e a sala de comando desativada por falta de confiabilidade, o Dnit prevê a troca ou recuperação de todos os componentes e parte elétrica, considerados defasados. São previstas as automações das movimentações de içamento e posicionamento das comportas.

Eclusa

É necessária a reforma geral da eclusa para eliminar problemas identificados na vedação, corrosão da estrutura metálica, sistemas hidráulico, elétrico e de automação, entre outros. A indisponibilidade da eclusa afeta diretamente a navegação e transporte de cargas pelo rio Taquari.

Automação da Operação

O Dnit prevê revisar o sistema elétrico e o projeto de automação da operação da barragem e eclusa. Para isso deve ser implementada automação onde não haja comprometimento da segurança da operação.

Acompanhe
nossas
redes sociais