JBS Roca Sales prorroga férias de 125 trabalhadores por mais um mês

APÓS CHEIA

JBS Roca Sales prorroga férias de 125 trabalhadores por mais um mês

Complexidade em manutenção de linhas de produção motiva decisão. Em um primeiro momento, 180 funcionários voltaram. Segundo levantamento inicial, perda decorrente da cheia supera R$ 40 milhões

Por

JBS Roca Sales prorroga férias de 125 trabalhadores por mais um mês
Foto: Divulgação
Roca Sales
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Atingido pela cheia no mês passado, o frigorífico da JBS retoma os trabalhos de forma gradativa. Em um primeiro momento voltaram 180 trabalhadores e agora a expectativa era que outros 125 retornassem. Por conta da complexidade na manutenção de uma das linhas de produção, esses profissionais receberam mais 30 dias de férias.

A expectativa, segundo o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados de Roca Sales (Sindiroca), é que em breve o processamento de salsicha e linguiça frescal seja retomado. Ao todo, a unidade em Roca Sales, emprega 500 trabalhadores, sendo responsável por 11,42% da arrecadação de tributos do município. Segundo levantamento inicial, a perda decorrente da cheia supera R$ 40 milhões.

Conforme o presidente do Sindiroca, André Gosmann, a decisão tomada pela JBS não é exclusiva da empresa. “Existe todo um caminho legal necessário antes de decidir. As férias foram discutidas, eu participei dessas conversas e concordamos com a necessidade. É importante ressaltar a importância que empresas como a JBS e outras da região que conseguem manter a unidade operacional, possuem nesse momento”, enfatizou.

Para Gosmann a prorrogação das férias coletivas é um aspecto positivo que vem em bom momento. “São mais de 100 pessoas, mas elas seguem com o seu salário, então se fosse necessário dar mais 30 dias ao fim desse período, tranquilo. Temos que ver o bem maior, a normalidade vai retornar e esses trabalhadores voltarão a rotina. Não queríamos uma situação em que a empresa demitisse seus colaboradores e prometesse recontratá-los em seis meses ou mais”, esclarece o presidente.

Gossmann afirma que prazos de retorno não foram discutidos. “Não temos uma data específica. As linhas de produção estão paradas, mas acredito que em breve isso será resolvido”, conta.

Em solidariedade à comunidade, a empresa apoiará as obras para retomada do funcionamento do Posto de Saúde Central da cidade. Além do apoio à reconstrução, a JBS doou 10 toneladas de proteína e mil cestas básicas às vítimas das chuvas. Já a Flora, empresa de higiene e limpeza da J&F Investimentos, doou 2 mil kits de higiene para assistência à população das regiões afetadas.

JBS no RS

A JBS possui operação em 22 cidades do RS, entre fábricas, centros de distribuição e granjas das unidades de negócios Seara, Excelsior e JBS Couros. Conta com mais de 18 mil colaboradores em todo o Estado e mais de 2.500 produtores rurais integrados.

Segundo pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), a JBS e as cadeias produtivas ligadas a ela no Rio Grande do Sul movimentaram, em 2020, o equivalente a 1,6%.

Acompanhe
nossas
redes sociais