Há 20 anos, Rainha das Juventudes

Opinião

Raica Franz Weiss

Raica Franz Weiss

Há 20 anos, Rainha das Juventudes

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

A rainha Fabiane

Duas décadas atrás, a Paróquia Evangélica de Teutônia realizava o Baile de Escolha da Rainha das Juventudes. O evento ocorria na Sociedade Cultural e Recreativa de Linha Clara.

Naquela noite, sete candidatas disputaram o título. Como Rainha, foi eleita Fabiane Arendt, da Juventude Evangélica de Linha Catarina. Para 1ª Princesa, Adriana Allebrandt, de Linha Frank, e para 2ª Princesa foi escolhida Joana Klein, de Linha Clara. Além da Corte, também foi eleita a Miss Simpatia, título que ficou com Lilian Cristina Hamester, de Linha Harmonia.

Da esquerda para a direita, Fabiane, Adriana, Joana e Lilian.  Créditos: Arquivo Municipal de Lajeado/O Informativo


Enquanto isso…

Ogivas no Iraque – Há 20 anos, inspetores de armas da ONU encontravam 11 ogivas vazias no Iraque. A suspeita era de que os equipamentos pudessem levar armas químicas. A descoberta serviria de argumento para os Estados Unidos declararem guerra ao país. De fato, o conflito iniciou alguns meses depois, em março de 2003.


HÁ 50 ANOS

“A firma Schwertner”

Cinquenta anos atrás, o Jornal Nova Geração noticiava que a empresa Schwertner & Cia, de Estrela, havia recém entregue um relógio para Cuiabá, capital do Mato Grosso. O equipamento seria instalado na igreja matriz da cidade, que tinha mais de 250 anos na época.

A história da “firma Schwertner” nasceu com Bruno Schwertner, um imigrante da antiga Prússia, que chegou a Estrela em 1890. No Vale do Taquari, ficou conhecido como o “gênio dos relógios”, já que mais de 200 cidades brasileiras têm ainda hoje equipamentos de sua autoria. Em 1924, fundou a Indústria de Relógios Públicos Schwertner, especializada na construção de relógios de torres de igreja.

Um dos filhos de Bruno, Aloysio Schwertner, era sócio do antigo jornal O Paladino, que circulou entre 1921 e 1941 em Estrela. Hoje, o Nova Geração funciona no mesmo prédio do jornal histórico. Aloysio também foi prefeito de Estrela e, há 50 anos, era o vice-prefeito da cidade, junto de Gabriel Mallmann.

O filho de Aloysio, Roque Schwertner, presenciou a inauguração de um monumento em homenagem a Bruno, o relógio localizado na rótula em frente ao Parque Princesa do Vale, instalado em 2004. Neto do inventor, Roque faleceu em agosto do ano passado.

Ele fundou a Indústria de Relógios Públicos Schwertner, em 1924. Fotos Acervo Airton Engster

Acompanhe
nossas
redes sociais