“Tudo Fácil Empresas” promete agilizar abertura de novos negócios em Estrela

ECONOMIA E NEGÓCIOS

“Tudo Fácil Empresas” promete agilizar abertura de novos negócios em Estrela

Estrela é a primeira cidade do Vale do Taquari a implantar o sistema voltado a empreendedores. Registro pode ser feito em dez passos e em até dez minutos

Por

“Tudo Fácil Empresas” promete agilizar abertura de novos negócios em Estrela
Foto: Reprodução / Governo do RS
Estrela
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O sistema Tudo Fácil Empresas deve ser implantado no município na próxima semana. O objetivo é agilizar a abertura de novos empreendimentos por meio da plataforma digital. O método, elaborado dentro do projeto Descomplica RS, promete registrar empresas em 10 minutos.

LEIA TAMBÉM: Determinações de Brasília precisam vir acompanhadas de recursos, diz prefeito de Estrela

Estrela é a primeira cidade do Vale do Taquari e a sexta do RS a introduzir o sistema. Para aderir ao programa, o Executivo precisou fazer uma série de adequações, como tabelas de baixo risco conforme a Lei de Liberdade Econômica, viabilização de endereços de forma automática, inscrição municipal de empresas e alterar lei para que não seja cobrada taxa de emissão de alvará de funcionamento.

A secretária de Desenvolvimento, Inovação e Sustentabilidade (Sedis), Carine Schwingel, destaca que este trabalho está em andamento desde o início de 2022, em conjunto com as Secretarias da Fazenda e da Saúde. O projeto vai ao encontro da criação da Central das Empresas, que deve ser a porta de entrada dos empresários no município. “É importante que Estrela assuma a condição de proporcionar a abertura de empresas em 10 minutos e sem taxa de emissão. Isso vai fazer com que as pessoas empreendam aqui”, afirma.

A gestora da pasta avalia que a longo prazo este serviço vai estar centralizado na Sedis. Ela também destaca que o impacto econômico das isenções devem ser revertido em impostos futuramente. “É uma oportunidade para as pessoas saírem da informalidade”, aponta Carine. O sistema é direcionado a empresas de baixo risco.

A sala Central das Empresas será coordenada pelo servidor César Müller. Segundo ele, o objetivo é desburocratizar. Müller mediará os trâmites entre o empreendedor e o poder público no momento da criação da empresa. “Eu vou acompanhar e agilizar. Se falta um documento, vou atrás do setor responsável e repasso a solicitação”, explica.

O servidor afirma que é uma forma de facilitar e poupar tempo. Ele destaca que pelo sistema do Tudo Fácil, será possível registrar empresas em até 10 minutos. O objetivo é que a Central de Empresas seja a porta de entrada dos empreendedores em Estrela. O projeto deve ser votado pela câmara de vereadores na próxima semana.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook