Vereadores avaliam repasse de R$ 40 mil para Feira Imobiliária

ARROIO DO MEIO

Vereadores avaliam repasse de R$ 40 mil para Feira Imobiliária

Projeto encaminhado pelo Executivo aguarda a aprovação na câmara de vereadores. Evento do setor da construção civil ocorre em setembro

Por

Vereadores avaliam repasse de R$ 40 mil para Feira Imobiliária
Parlamentares colocaram em análise pedido do governo para repassar recursos à feira. Crédito: Divulgação
Arroio do Meio
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O projeto de lei que autoriza o governo municipal custear as despesas relativas à segunda edição da Imove-Feira Imobiliária de Construção Civil foi encaminhado à câmara de vereadores. A proposta agora passa pela análise das comissões. O evento terá o apoio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Serviço, que projeta o repasse de R$ 40 mil para organização de espaços.

O evento lançado oficialmente em julho, ocorre entre os dias 8 e 11 de setembro, promovido pela Associação dos Profissionais e Empresas da Construção Civil, Setor Imobiliário e Afins de Arroio do Meio (Apreciam) e apoiada pela secretaria municipal.

De acordo com o secretário da Administração, Aurio Paulo Scherer, o setor imobiliário é destaque em Arroio do Meio. “A feira valoriza o ramo da construção e serviços além de atrair visitantes de toda a região”, destaca.

A intenção do município é que o valor seja utilizado na montagem da estrutura da feira nas imediações do CTG Querência do Arroio do Meio e na confecção de material para divulgação. A primeira edição da Imove ocorreu em 2018.

Nessa segunda edição, em 2022 são aguardados mais de 50 expositores, além de uma praça de alimentação e atrações artísticas. A estimativa é que circulem no espaço cerca de 10 mil pessoas durante os quatro dias de feira.

Área do Esperança

Durante a sessão de quarta-feira, 3, os vereadores aprovaram desapropriação de área para regularizar situação do Esporte Clube Esperança de Rui Barbosa. O projeto prevê a regularização de uma área de 8 mil metros quadrados de propriedade de Guinter Immich, avaliada em R$ 149 mil.

De acordo com a mensagem justificativa, a desapropriação tem por finalidade instituir uma área pública para uso da comunidade, das entidades da localidade e regularizar a área do clube de Rui Barbosa na qual hoje está localizada a sede.

O vereador José Elton Lorscheiter, o Pantera (Progressistas) parabenizou o governo por conseguir resolver tal situação pendente há muitos anos.  Adiles Meyer (MDB) lembrou que o município vai garantir melhorias no local.

Roque Haas “Rocha” (Progressistas) reforçou que o clube buscava uma solução há muito tempo. Nelson Paulo Backes (PDT) frisou a importância do projeto pelo fato da comunidade trabalhar em um terreno irregular.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook