Empreendedorismo feminino

Opinião

Thiago Maurique

Thiago Maurique

Jornalista

Coluna publicada no caderno Negócios em Pauta.

Empreendedorismo feminino

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

O salão de evento da Acil ficou lotado na manhã de ontem, no segundo café da manhã do ano do Fórum da Mulher Empresária. Economista, vice-presidente do Codevat e coordenadora do Tecnovates, Cintia Agostini foi a palestrante e abordou a relevância dos negócios para o desenvolvimento regional.

Na semana que vem, dia 19, a Acil promove reunião-almoço com palestra da empresária Cristine Grings, presidente da Picadilly. Cristine vai falar sobre o case Picadilly: encorajamento feminino e a transformação do negócio. Dois eventos que reforçam o papel da mulher empresária para a elevação do patamar das organizações.


• Alta no comércio – As vendas do comércio no país cresceram 1% em março, na comparação com fevereiro. É a terceira alta consecutiva do setor, segundo dados divulgados ontem pelo IBGE. Na comparação com março do ano passado, a elevação chega a 4%. Com os resultados de março, o setor fica 2,6% acima do patamar pré-pandemia, mas ainda 3,5% abaixo do pico da série, registrado em outubro de 2020.

• Mercado automotivo – O setor automotivo registrou o melhor desempenho do ano em abril, mas os resultados seguem abaixo dos registrados em 2021. Dados da associação nacional dos fabricantes, Anfavea, apontam vendas média de 7.750 unidades por dia no mês, alta de 0,3% em relação a março. Na comparação com abril de 2021, o índice apresenta queda de 15,9%. A produção de veículos cresceu 0,4% entre março e abril, chegando a 185,4 mil unidades. No acumulado do ano, a produção teve queda de 13,6% na comparação com os primeiros quatro meses de 2021.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook