Retomada das Aulas

Quase 500 alunos voltam à escola hoje em Lajeado

Com sistema de rodízio, 15 escolas privadas de educação infantil iniciam retomada. Em Estrela, uma escola retorna

Por

Atualizado terça-feira,
15 de Setembro de 2020 às 11:19

Quase 500 alunos voltam à escola hoje em Lajeado
Após quase seis meses longe da escola, Lorenzo Mallmann, de cinco anos, está ansioso para a volta. Foto: Gabriel Santos

Ontem foi dia de separar materiais, arrumar a mochila e tirar o uniforme do armário, na casa do estudante Lorenzo Mallmann, de cinco anos. Aluno do Madre Bárbara, ele é um dos cerca de 490 alunos da educação infantil da rede particular de Lajeado que voltam hoje às aulas presenciais.

Lorenzo está ansioso para reencontrar os colegas, após quase seis meses. “Vou brincar no pátio, fazer bastante correria, jogar bola”, diz empolgado o menino.

Durante o período sem aulas, os pais tiveram de readaptar as rotinas para conciliar o trabalho e os cuidados com o filho.

A mãe, Poliana Jacques, está tranquila em relação à ida de Lorenzo à escola. Na semana passada, foi feita uma reunião com os pais para explicar o protocolo adotado para evitar contágios. Poliana avalia que as medidas são semelhantes às adotadas na empresa em que trabalha, uma fábrica de doces. Na sua avaliação, o protocolo tem se mostrado eficiente.

Lorenzo frequenta escolinha desde os quatro meses de vida. A mãe avalia que o convívio com outras crianças estimula o aprendizado.

“A falta de convívio com crianças da idade dele fez com que se voltasse muita mais à TV e ao celular, coisas que não faziam parte da rotina. As crianças ficam mais bitoladas, nos eletrônicos. Não tem a brincadeira, a pracinha, o jogo de futebol”, avalia.

No estado, as aulas presenciais foram retomadas na semana passada, com escolas abertas na Serra e região de Bagé.

15 escolas em Lajeado

Em Lajeado, 11 escolinhas infantis e outras quatro escolas que possuem turmas de educação infantil foram autorizadas pelo comitê municipal.

De acordo com o Sindicreche, são cerca de 200 alunos nas escolinhas.

No Ceat, são mais 127 estudantes, divididos em dois turnos. No Gustavo Adolfo, voltam cerca de 50 crianças.
O Madre Bárbara, conta com a volta de 184 crianças, sendo a metade delas hoje e as demais ao longo da semana, conforme escala. Um grupo de alunos terá aulas de segunda a quarta-feira, outro, na quinta e sexta. Na semana seguinte, os grupos invertem.

Além destas, o Colégio Cenecista João Batista de Mello, o Mellinho, recebeu autorização do município, mas não deve voltar por enquanto. Uma reunião hoje deve encaminhar uma data para o regresso. A escola segue com atividades remotas.

A Sociedade Lajeadense de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Slan) também recebeu autorização em três unidades para atividades presenciais.

Estrela começa retomada hoje

Em Estrela, o Colégio Martin Luther volta hoje com aulas presenciais. Na Educação Infantil, a direção projeta o retorno de 57% dos alunos, que terão aulas em dias alternados. Dos 64 alunos, 32 devem voltar à escola.
Já a Jardim Estrelado, que também recebeu autorização do comitê municipal, deve aguardar até o dia 21.


Situação nos municípios

• Estrela
O Colégio Martin Luther volta às aulas hoje com 32 alunos da educação infantil. A escola Jardim Estrelado também teve autorização para retornar, mas optou por adiar a volta para o dia 21.

• Arroio do Meio
O município avalia a possibilidade de retomada das aulas presenciais a partir de 28 de outubro, – para anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio – e 12 de novembro – para anos iniciais do Ensino Fundamental e Educação Infantil. O calendário, que ainda não está definido, valerá para todas as escolas das redes municipal, estadual, particular e comunitária.

• Teutônia
Ainda não há data definida para o retorno. As escolas estão apresentando seus planos de contingência para aprovação do comitê municipal. A secretaria de Educação trabalha na aquisição dos materiais necessários.

• Encantado
Mesmo com liberação desde ontem, as escolas particulares de educação infantil optaram por não retornar as atividades presenciais.

• Taquari
As aulas presenciais seguem suspensas por decreto municipal de 7 de setembro nas instituições de ensino “em todos os níveis de Educação, tanto na rede pública quanto particular”.