Falta conscientização para usar o plantão 24 horas

Notícia

Falta conscientização para usar o plantão 24 horas

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Com a queda na temperatura, o consequente aumento da procura pelos serviços de saúde superlota as vagas nos hospitais da região. A utilização inadequada destas prejudica os atendimentos

Em Lajeado, a administração municipal repassa R$ 164,2 mil por mês ao Hospital Bruno Born (HBB) para o atendimento de pronto-socorro 24 horas e serviço de atenção básica, que atende casos leves das 22h às 7h, de segunda a sexta-feira. Em fins de semana e feriados o atendimento é integral.

alfaEm Arroio do Meio, desde março a administração municipal repassa auxílio de R$ 80 mil mensais ao Hospital São José, que atendeu 800 pessoas no primeiro mês de funcionamento do plantão 24 horas. O número de consultas aumentou. Foram realizados 4,5 mil atendimentos de janeiro a abril. Em 2010, no mesmo período, 3,8 mil, e em 2009, 3,3 mil.

Segundo a secretária de Saúde, Helena Matte, até o fim do ano, a projeção é alcançar 15 mil consultas. Outros municípios como Capitão e Travesseiro utilizam o serviço no Hospital São José. Moradora de Arroio do Meio, Juliane Ames aguardava seu familiar ser atendido pelo plantonista, quando afirmou que o setor de saúde é exemplar à região. “Não podemos reclamar.”

No município de Cruzeiro do Sul, o plantão existe há sete anos e segundo a secretária de Saúde, Neli Hendler a média é de 840 consultas mensais. O serviço tem médicos que atuam num sistema de revezamento. “Muitos casos poderiam ser resolvidos na unidade de saúde.”

Plantão sob aviso

Em Progresso, o Hospital Santa Isabel não tem Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e o atendimento 24 horas funciona de sobreaviso, ou seja, em caso de urgência é solicitada a presença de um médico.

Os 40 leitos disponíveis estão ocupados. Segundo a diretora Maria Inês Brancher Schmitt, no verão, a ocupação chega a 70% enquanto no inverno ultrapassa os 90%. A lotação ocorre na maioria por pacientes de 50 a 80 anos, muitas vezes debilitados com doenças respiratórias causadas pelo frio. Só neste mês foram 52 internações.

A unidade de saúde tem 47 colaboradores atende municípios como São José do Herval, Gramado Xavier, Pouso Novo, Boqueirão do Leão, Barros Cassal, Canudos do Vale e Marques de Souza.

No Hospital Ouro Branco, de Teutônia, há dois médicos que atendem 24 horas. São disponíveis 64 leitos para pacientes de Westfália, Poço das Antas e Paverama.

Acompanhe
nossas
redes sociais