Pesquisa em postos de saúde gera debate na câmara de Lajeado

LEGISLATIVO

Pesquisa em postos de saúde gera debate na câmara de Lajeado

Márcio Dal Cin (MDB) alega falta de transparência pelo presidente Lorival Silveira (PP), que cobrou maior participação de vereadores no levantamento

Por

Atualizado quarta-feira,
17 de Abril de 2024 às 11:06

Pesquisa em postos de saúde gera debate na câmara de Lajeado
Foto: Henrique Pedersini
Lajeado

Iniciada na última semana, a pesquisa sobre a satisfação da população de Lajeado quanto ao atendimento nos postos de saúde repercutiu na sessão da câmara desta terça-feira, 16. Márcio Dal Cin (MDB) criticou o presidente Lorival Silveira (PP) por não antecipar o cronograma de visitas às unidades e com relação ao modelo adotado.

Dal Cin cobra maior transparência no levantamento e defende que se trata de uma atribuição da comissão de saúde da casa. “Fica estranho quando quem faz a pesquisa é assessora da presidência e a outra uma CC indicado pelo senhor. Isso beira no meu entendimento uma propaganda eleitoral antecipada. O senhor tem todo direito como presidente, mas não pega bem em um ano eleitoral”, reclama

LEIA TAMBÉM: Lajeado prepara permuta para ampliação do parque de eventos

Lorival respondeu com cobrança aos vereadores pela falta de adesão a iniciativa. Segundo ele, apenas um vereador participou de uma das visitas. “Poderia qualquer vereador puxar essa pesquisa, cada um tem dois assessores… Não venham dizer que eu quero me promover encima disso, eu trabalho quatro anos pela comunidade”, rebateu.

O serviço é avaliado por meio de aplicação de questionário respondido na hora, que visa identificar as opiniões dos pacientes, suas percepções relativas às condições gerais da unidade, atendimento dos profissionais, ao tempo de espera, disponibilidade de medicação, etc. Aos colaboradores é questionado sobre o ambiente de trabalho, em seus diferentes aspectos.

LEIA TAMBÉM: Câmara aprova incentivo para ampliação da Bebidas Chiamulera

10 anos da UPA e novos secretários

Na sessão desta semana se acumularam críticas para o serviço prestado na Unidade Pronto Atendimento (UPA) que completou 10 anos de instalação em Lajeado neste ano. Jones Vavá (MDB) citou os problemas estruturais e cobrou um serviço mais adequado na unidade instalada no bairro Jardim Botânico.

Vários vereadores cumprimentaram e reiteraram demandas para o novo secretário de Obras, Günther Meyer, que substitui Fabiano Bergmann na pasta. Outra novidade é o servidor público e geólogo Everson Marques Araújo, no lugar de Luis Benoitt. Ambas trocas ocorrem em função da legislação eleitoral.

Acompanhe
nossas
redes sociais