Estrelense brilha no Sul-Brasileiro de Jiu-Jitsu

ESPORTE

Estrelense brilha no Sul-Brasileiro de Jiu-Jitsu

Apesar das dificuldades do esporte, atleta Paloma Schilling conquista o vice-campeonato e sonha com o mundo

Por

Estrelense brilha no Sul-Brasileiro de Jiu-Jitsu
Paloma Schilling conquistou o vice-campeonato Sul-Brasileiro no peso pena e na categoria absoluto, que inclui competidores de todos os pesos (Foto: Júlio César Lenhard/Governo de Estrela)

O Campeonato Sul-Brasileiro de Jiu-Jitsu, promovido pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu, ocorreu no início do mês em São José, Santa Catarina, e é reconhecido como um dos principais eventos da modalidade no país. Entre os participantes, competidores do Vale do Taquari que se destacaram, entre eles uma atleta estrelense.

Na categoria faixa roxa master 1, no peso pena, a atleta Paloma Schilling, conquistou o vice-campeonato em sua categoria de peso e também na categoria absoluto, que inclui competidores de todos os pesos. “Foi um resultado importante em uma competição que está entre as três maiores realizadas no Brasil, é a segunda vez que participo e são medalhas que tem muito valor, pois no absoluto eu tenho um peso menor e consegui um bom resultado”, afirma a atleta da academia Haubert Team, também de Estrela.

Paloma em uma de suas vitórias no Sul-Brasileiro (Foto: Divulgação)A estrelense conta sobre sua caminhada no esporte. “Comecei há sete anos no jiu-jitsu, na mesma academia que estou até hoje, com o professor Miguel Anka, e é necessário persistência, pois no início é difícil até você compreender a modalidade. Muitos acabam desistindo”, revela.

Outra dificuldade para os atletas da modalidade é a busca por patrocinadores. “É um grande desafio. Por exemplo, na academia que treino ninguém tem patrocínio, e a dificuldade é maior ainda em cidades do interior como a nossa, onde o esporte não é tão divulgado e pouco praticado por mulheres. Mas sigo nessa busca”, conta a atleta.

Sonho de conquistar o mundo

O sonho de Paloma vai ainda mais além. Dentro de um calendário intenso de competições, a filha de Sílvio e Elis sonha com o título mundial, que é disputado no final do ano em São Paulo. “A busca é por competições maiores, por isso treino diariamente e ainda faço a preparação física. Títulos nacionais e o mundial no final do ano não deixam de ser sonhos e objetivos”, projeta.

No masculino o Vale também brilhou

Além de Paloma, outro atleta do Vale do Taquari, Johnatan Menezes, de Teutônia, teve um desempenho notável no Sul-brasileiro. Menezes conquistou o terceiro lugar na categoria faixa preta master 1, no peso super-pesado, e repetiu o feito na categoria absoluto.

Acompanhe
nossas
redes sociais