Encantado pode ter quatro candidatos ao Executivo

ELEIEÇÕES 2024

Encantado pode ter quatro candidatos ao Executivo

PSDB, MDB, PP e PT são os partidos que devem disputar o comando do Executivo em outubro

Por

Encantado pode ter quatro candidatos ao Executivo
Cenário atual aponta para quatro nomes no pleito ao Executivo de Encantado (Foto: Brayan Bicca)
Encantado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Com oito meses para a eleição municipal, aumentam as especulações sobre as candidaturas em Encantado na disputa de outubro deste ano. Os bastidores mais agitados estão nas tratativas para o Executivo. O cenário atual aponta para quatro nomes no pleito.

Aos 46 anos, o atual prefeito Jonas Calvi é o escolhido do PSDB para buscar a reeleição. Ele migrou para o partido em 2023, após deixar o PTB. A indefinição é quanto a composição da chapa. Uma das possibilidades é uma coligação com partidos teoricamente de oposição, o MDB e o PP. Entretanto, caso não ocorram acordos, há possibilidade de uma candidatura sem a participação das duas tradicionais siglas da política local.

O presidente do PSDB, Rogério Gonzatti, confirma as reuniões, porém aponta que não há nenhum encaminhamento. “É a fase do namoro, de saber se os interesses são os mesmos. O Jonas é candidato, ele quer dar sequência aos projetos nas áreas de saúde e educação. Temos condição de ter candidato próprio a vice, mas a possibilidade de contar com mais visões sobre a gestão é sempre interessante”, analisa.

O cenário de indefinição é corroborado pelo prefeito. Calvi diz que está distante das negociações devido ao foco na gestão municipal, mas que acompanha a estruturação interna do PSDB. “Estamos organizados, comigo como pré-candidato, nominata de vereadores e possibilidades para uma composição na função de vice”, complementa.

MDB e PP indicam chapa pura

Desde 2008 fora do governo, o MDB prioriza uma candidatura com chapa formada apenas por correligionários. Apesar de participar de reuniões com integrantes de outros partidos, o presidente da sigla, Celso Cauduro, entende que o partido tem condições de disputar a eleição individualmente. “Tivemos uma reunião em que a maioria apontou que deveríamos optar por chapa pura do MDB. É cedo pra confirmar, mas há uma grande chance”, pontua.

A vereadora Andresa de Souza, a Yê, confirma a intenção de concorrer à majoritária. Dona da votação mais expressiva em 2020, ela defende desde o início desta legislatura sua indicação ao Executivo.

O Progressistas também acena com uma chapa sem nomes de outras siglas. De acordo com o presidente do PP, Renato Dalberto, o partido tem seis nomes cotados para concorrer na majoritária. São eles, o ex-prefeito Paulo Costi, ex-vice Enoir Cardoso, os vereadores Marino Dewes e Sander Bertozzi, além da ex-secretária de Educação, Neide Graciola e o dentista Felipe Lorenzi.

“Hoje o indicativo é de chapa pura do PP. No Legislativo temos um acordo com o PSDB, mas o Executivo é outra coisa. Conversamos com outros partidos desde o ano passado, mas o PP terá candidato a prefeito”, define.

Candidatura do PT

Atualmente na base governista, o PT promete terá candidato nas eleições de outubro. A projeção é do líder do partido em Encantado, Luciano Moresco. “Confirmo a pré-candidatura pelo PT ao cargo de prefeito de Encantado. Temos conversas para acordos com outros partidos, mas são ações esparsas”, especifica. Quanto aos demais partidos não há sinalização de candidatura para o Executivo.

Acompanhe
nossas
redes sociais