Encantado não registra novos casos de dengue desde agosto de 2023

PREVENÇÃO

Encantado não registra novos casos de dengue desde agosto de 2023

Ações para inibir um novo surto no município são realizadas durante o ano e equipes de endemias seguem de casa em casa e nas escolas orientando a comunidade em geral

Por

Encantado não registra novos casos de dengue desde agosto de 2023
Foto: Diogo Fedrizzi
Encantado

O município de Encantado segue ao longo do ano com ações coletivas no combate à dengue. Sem novos casos confirmados e suspeitos desde agosto do ano passado, equipes de agentes de endemias seguem de casa em casa e nas escolas conscientizando crianças e famílias quanto a importância e necessidade de manter os ambientes limpos e secos para não criar ambientes para proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

Conforme a secretária de Saúde do município, Karoline Crippa, é feito o “Lira – levantamento de índice rápido” que permite o mapeamento de áreas onde existem mais larvas do aedes. “Os agentes de endemias fazem coletas nos quarteirões e mandamos analisar esses tubetes para confirmar se são larvas de aedes. O lira é realizado trimestralmente. Ontem e hoje foram retomadas as ações com maior intensidade. Muitas coletas realizadas, acreditamos que cerca de 70% de achados serão confirmados nos próximos dias”, esclarece.

Karoline reforça o trabalho coletivo que precisa muito da colaboração e apoio da comunidade. “Pessoas que já contraíram a doença, seguem com maior cuidado a prevenção por medo de contrair novamente. Outros com pouco de resistência, projetam responsabilidade maior para a secretaria. Por isso, a necessidade de um trabalho coletivo para alcançar êxito no combate à dengue”.

Ela revela que há um relacionamento do período do frio intenso na redução da reprodução dos ovos, mas não que mate o inseto, pois é muito resistente. O ovo pode ficar mais de um ano em ambiente seco. “O que percebemos é que agentes já encontraram piscinas tratadas com larvas. A única ferramenta é eliminar os focos, não existe veneno, mas é preciso prevenir a proliferação”.

Cuidados com a água da piscina

A secretária revela que o cloro precisa ser proporcional a quantidade da água. Quantidades inferiores acaba sendo um desperdício e colocando a família em risco.

Números de infectados e casos ativos

Em agosto de 2023, segundo Karoline, foi confirmado o último caso de dengue no município e, atualmente, não há novos casos e nem suspeitas. “Após enchentes, muitos entulhos ficaram espalhados pelas ruas e terrenos. Equipes seguem empenhadas com ações coletivas que serão mantidas ao longo do ano”.

Imunização

A imunização “Qdenga” existe, mas ainda não é uma realidade muito próxima no sistema de saúde público. “Informações que temos é de que algum estado será beneficiado, mas ainda não sabemos qual e quais os meios de classificação e redirecionamento. O imunizante é aplicado em duas doses, intercalando três meses. Tem-se como ideia que é o pico do verão nos próximos meses, então, se ela viesse, não teríamos uma eficácia completa na administração do imunizante. Ela existe na rede privada com eficácia de 83%”, ressalta.

Acompanhe a entrevista na íntegra

 

Acompanhe
nossas
redes sociais