Projeto piloto testa concreto armado em Venâncio Aires

PAVIMENTAÇÃO urbana

Projeto piloto testa concreto armado em Venâncio Aires

Iniciativa do governo municipal é desenvolvida em um trecho com movimento diário de veículos pesados

Por

Projeto piloto testa concreto armado em Venâncio Aires
Trecho pavimentado está localizado ao da China Brasil Tabacos Exportadora. (Foto: Cristiano Wildner)
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Um projeto piloto testa pavimentação com concreto armado em Venâncio Aires. Caso atinja o resultado desejado quanto a durabilidade, a intenção é oferecer a iniciativa como opção no programa da pavimentação comunitária. O trecho em questão, que recebeu 290 metros quadrados de concreto armado, fica na rua 13 de Maio, no bairro Aviação.

“Em todo o mundo, o concreto armado é amplamente utilizado em vias rodoviárias, porém ainda faltam experiências nacionais para termos julgamentos mais precisos. Por isso mesmo, é que passamos a desenvolver esse projeto piloto em Venâncio”, argumenta o coordenador do Programa de Pavimentações Comunitárias e chefe de gabinete, Eduardo Luft.

Dados inicias, pesquisados pela equipe técnica do governo municipal, indicam que durabilidade das pavimentações com concreto armado chegam em menos 20 anos, enquanto que a média da pavimentação com asfalto cai para 15 anos. “Estamos ansiosos para sabermos se efetivamente funciona. O trecho escolhido possui grande fluxo de veículos pesados diariamente”.

A experiência inédita na região pode dar agilidade nas pavimentações, além de diminuir de forma considerável o uso da mão de obra. Por bloquetos o preço médio da pavimentação em Venâncio Aires está em R$ 110 o metro quadrado, enquanto que com concreto armado o valor médio do projeto piloto ficou em R$ 150 o metro quadrado.

Luft comenta ainda que apesar do custo ser “relativamente, pouco mais alto, porém em apenas um dia de trabalho é possível concluir com facilidade uma quadra”. Outra vantagem, apontada, a partir do uso do concreto armado em pavimentações é que “melhora de forma substancial a visibilidade para quem transita no trecho. “Com essa camada, as vias tendem a se tornar mais refletivas, melhorando a visibilidade de motoristas, pedestres e ciclistas”.

Acompanhe
nossas
redes sociais