Pequenas letrinhas

Opinião

Carlos Martini

Carlos Martini

Colunista

Pequenas letrinhas

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Não custa ler as ¨pequenas letrinhas¨ nas embalagens de leite longa vida: ¨produzido por¨, ou ¨fracionado por¨ são conceitos industriais um pouco diferentes.

E pelo que entendi, salvo melhor juízo, quando na embalagem está escrito que o leite é ¨produzido por¨ trata-se de produção e processamento local, quando é ¨fracionado por¨ geralmente trata-se de leite em pó importado.

A qualidade é semelhante e segura para o consumo, mas sempre é bom valorizar mais o que é nosso.

Mudou a régua

Durante vários anos o município de Lajeado esteve inserido entre os 100 municípios maiores exportadores do país, basicamente em função das exportações de frangos, mas também de outros produtos.

Lá um belo dia uns burocratas de Brasília decidiram que a tal de ¨econometria¨ específica devia ser classificada de acordo com o local da emissão da guia fiscal exportação e não mais pela real origem da produção.

Trocaram a régua, e Lajeado ¨sumiu¨ desse mapa.

Desonerações de sobrecargas

O Congresso Nacional já aprovou a manutenção da chamada desoneração fiscal sobre a folha de pagamento por mais quatro anos, até 2027, em vários setores intensivos em mão-de-obra. Aí incluídos construção civil, abatedouros, transporte de cargas e urbano, produção de calçados e vestuários, etc. Que dos tradicionais 20% incidentes sob qualquer circunstância, são calculados sobre 1% a 4,5% da realidade objetiva dos fatos: o faturamento do empreendimento.

No caso dos municípios, pelo menos entre os com menos de 140 mil habitantes (por aí), o projeto de lei federal pretende manter a alíquota de recolhimento em 8%.

Negocinho meio complicado, né? Mais complicado é entender a compensação fiscal prá cobrir esse ¨furo¨ de receitas: o aumento da ¨contribuição¨ fiscal no COFINS-Importação.

Tá no padrão: dá com uma mão e tira com a outra.

Vale reforçar

Docile, Fruki e Run More (ex-Rola Moça), ganharam este ano premiações no Top de Marketing da Associação dos Dirigentes de Vendas do Brasil (ADVB-RS).

Como diz o meu Cumpádi Belarmino: quem tem competência, se estabelece.

7…6…5…4

Cerca de 21 pequenas e médias empresas brasileiras vão fazer parte de um estudo de quatro meses a partir de janeiro, implantando a semana de quatro dias de trabalho.

Pode ser interessante para determinados setores, vale acompanhar. Se não baixar a produtividade e a remuneração, se aumentar o nível de satisfação/motivação/fidelidade e reduzir os índices de rotatividade (que também são elevados por aqui), talvez possa ser aplicado em certos empreendimentos.

O sistema já é aplicado em determinados países, tipo Portugal e Nova Zelândia, em setores não tão intensivos em mão de obra.

Aqui por perto, a Mercur em Santa Cruz já encerra suas operações na sexta-feira de manhã.

Mas cada caso é um caso.

LIVRE PENSAR

“base apenas em teorias é o mesmo que tentar matar a fome lendo o cardápio” – (autoria incerta)

SAIDEIRA

Papo do nôno com a nona:
– Te prepara porque essa noite vai ser ¨quente¨…
– Ué, faz um tempão que tu não fala assim comigo, o que aconteceu?
– Quebrei o ventilador…

Acompanhe
nossas
redes sociais