Empresas se mobilizam para levar auxílio aos municípios

CHEIA NO VALE

Empresas se mobilizam para levar auxílio aos municípios

Entre a doação de alimentos, água e disponibilização de mão de obra, empresários e funcionários contribuem, de forma voluntária, para reconstruir a região

Por

Empresas se mobilizam para levar auxílio aos municípios
Além da distribuição de água mineral, Fruki em parceria com a TransVR levou água para a limpeza das vias públicas nas cidades mais atingidas (Foto: Divulgação)
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A tragédia que atingiu o Vale do Taquari, na semana passada, reuniu voluntários de todo o país. Nesta onda de solidariedade, empresas da região também se destacam por levar às famílias atingidas pela enchente, o básico
para recomeçar.

Assim que as famílias foram abrigadas nos ginásios municipais, uma das primeiras demandas foi por água e comida. A Fruki Bebidas se prontificou a auxiliar as regiões mais afetadas, com a doação de 70 mil litros de água mineral. A frota, com 12 caminhões, também auxiliou no transporte de móveis para áreas protegidas.

Agora, uma parceria com a TransVR oferece água para a limpeza das vias públicas. Já foram mais de 20 toneladas de água enviadas aos municípios atingidos.

Além disso, associados ao Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Rio Grande do Sul (Setcergs), oferecem donativos e apoio logístico. A Transportadora Tomasi Logística, de Estrela, ainda forneceu 300 refeições para os bairros mais atingidos.

Ruas limpas e internet

O Grupo Medical San, de Estrela, também leva água da sua reserva técnica de incêndio às cidades atingidas, transportada pela Transportadora Mattes, de Bom Retiro do Sul. Cerca de 12 mil litros de água já foram distribuídos para a limpeza.

Outra grande demanda foi suprida pela BrasRede Telecomunicações, de Arroio do Meio, que ofereceu pontos de Wi-Fi liberados na cidade, assim como em Encantado, Lajeado e Estrela.

Na saúde

As empresas ainda se mobili-zaram para trazer saúde à região. Assim, cinco unidades móveis de saúde do Sesi, em parceria com o governo do estado e prefeituras, atendem atingidos da enchente no RS. Enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos e assistentes sociais também foram enviados ao Vale do Taquari.

Na região, as unidades foram para Cruzeiro do Sul, Estrela e Venâncio Aires. Os profissionais ainda atuam em Lajeado e Arroio do Meio.

Também na área da saúde, a Unimed VTRP destina valores para hospitais, clínicas e laboratórios. A prioridade é Muçum e Roca Sales. A campanha mapeia também os serviços em Encantado, Arroio do Meio, Cruzeiro do Sul, Colinas, Estrela, Santa Clara do Sul e Venâncio Aires.

Indústria

Com operações fabris no Vale do Taquari, a Lactalis do Brasil manteve, ao longo dos últimos dias, a captação de leite nas propriedades rurais na região. A empresa, que tem unidade de produção em Teutônia, doou 10 mil litros de lácteos, entre composto lácteo e leite UHT.

Além disso, o sindicato das Indústrias de Produtos Suínos doa 20 toneladas de leite em pó aos atingidos pela cheia do Rio Taquari. Serão investidos R$ 500 mil na compra do produto. Conforme o diretor Executivo da Dália e integrante do sindicato, Carlos Alberto de Freitas, o leite será destinado à Defesa Civil do RS.

Acolhimento

Para acolher de forma emocional as famílias desabrigadas, outro movimento na área de psicologia é feito na região. A Univates é um exemplo, já que capacita mais de 100 pessoas para atendimento psicológico às vítimas das cheias.

Os abrigos de Lajeado também recebem apoio às crianças, com espaços lúdicos por meio do projeto de extensão da Univates, “Clown – E seu sorrir!?” e dos cursos de Pedagogia e Educação Física.

Pelo Vale

Além da campanha #SOSValedoTaquari, abraçada pelo Grupo A Hora, outras iniciativas buscam sensibilizar e voltar os olhos do país e do mundo para a região. Entre elas, a campanha lançada pela Certel, a “Coopere pelo
Vale”, com arrecadação de itens essenciais aos desabrigados. Outra campanha, a “Todos pelo Vale”, é uma iniciativa da Cooperativa Languiru.

Voluntários

Ao longo do processo de reconstrução do Vale, a mão de obra voluntária foi outra demanda. Os grupos que chegaram à região para ajudar na limpeza e separação de doações vieram de todo o país e até mesmo fora dele. Entre eles, também estava uma equipe da Lyall Construtora e Incorporadora, e a Comunidade Adventista de Lajeado, que enviou 400 voluntários a Encantado.

A Construtora Diamond, de Lajeado, também integra as empresas com doações, e fez a distribuição de dezenas de colchões.

Além do estado

A mobilização, que começou no Rio Grande do Sul, se espalhou pelo Brasil e, entre as iniciativas, um Grupo de Empreendedores Tittanium Class, com empresas de todo o país, liderado pela moradora de Lajeado Fernanda Tochetto, arrecadou dinheiro para a compra de gás.

Uma doação expressiva veio dos empresários Fabiana e Walter Ber- gamaschi, da Venax, de Venâncio Aires. A empresa fez a doação de 550 fogões a gás. Interessados em auxiliar podem fazer a doação via PIX, pela chave (e-mail) venax@venax.com.br.

 

Acompanhe
nossas
redes sociais