Lançamento de feira marca inauguração de parque em Santa Clara do Sul

SANTA CLARA DO SUL

Lançamento de feira marca inauguração de parque em Santa Clara do Sul

Local histórico em Picada Santa Clara foi reformado e vai receber a Santa Flor + SF Summit de 11 a 15 de outubro

Por

Lançamento de feira marca inauguração de parque em Santa Clara do Sul
O empresário Ricardo Franz é responsável pela decoração da Santa Flor. Trabalhou em todas as cinco edições. Apaixonado pela floricultura, ele traz novidades nesta edição (Foto: Gabrel Santos)
Santa Clara do Sul
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Na noite desta quinta-feira, 24, a Associação Comercial e Industrial de Santa Clara do Sul (Acisc) e o governo municipal lançam a Santa Flor + SF Summit. Este evento, além de apresentar a feira que ocorre de 11 a 15 de outubro, marca a inauguração de uma área histórica no município, localizada em Picada Santa Clara, a antiga Fumageira, que agora foi transformada no Parque de Eventos Broenstrup.

O evento terá início às 19h e o lançamento será destinado a representantes da imprensa, patrocinadores e líderes regionais. Segundo o prefeito Paulo Cezar Kohlrausch, a comunidade está cheia de expectativas, visto que os organizadores têm a intenção de realizar um evento alinhado com os valores representativos do Vale do Taquari.

Os organizadores planejam apresentar a programação completa da Santa Flor, que conta com a confirmação de mais de 80 expositores. “Estamos nos dedicando ao máximo para proporcionar um evento de entretenimento cultural, com apresentações musicais e bandas. Ao mesmo tempo, esse será um espaço voltado para negócios e discussões que abrangem tecnologia e turismo”, ressalta o prefeito.

Foto: divulgação

Uma das principais novidades deste ano é o próprio local do evento, que será realizado na antiga área de beneficiamento de fumo em Picada Santa Clara. Essa área foi adquirida pelo governo municipal em 2019, por meio de um acordo com as ex-proprietárias e herdeiras, Rosângela Ruschel e Maria Lisete Ruschel Zen.
Ao longo dos últimos quatro anos, foram investidos mais de R$ 3,5 milhões na revitalização dessa área, incluindo a restauração da Casa Broenstrup, uma edificação de 360 metros quadrados que serviu como residência da família e agora abriga os departamentos de Cultura e Turismo.

Expectativas

A última edição da feira, em 2019, movimentou R$ 6 milhões em negócios e resultou na venda de 20 mil vasos de flores. O evento ocorreu no campo do Esporte Clube Santa Clara e ginásio municipal e obteve uma aprovação de 93% dos visitantes.

As expectativas para este ano são igualmente positivas. O empresário santa-clarense Ricardo Franz, que é natural de Nova Santa Cruz e possui 30 anos de experiência na área de floricultura, esteve envolvido na decoração e preparação do espaço nas cinco edições anteriores. Nesta edição, ele busca trazer inspirações da Feira da cidade de Holambra, em São Paulo, e apresentar novidades.

Uma das primeiras do RS

Fumageira esteve em operação entre os anos de 1930 e 1967 (Foto: Divulgação)

A fumageira, fundada por Fredolino Broenstrup e Edmundo Gewehr, foi uma das primeiras indústrias de fumo do Rio Grande do Sul, funcionando de 1930 a 1967 em Picada Santa Clara. O primeiro funcionário foi Hugo Meurer, atuando como instrutor de fumo. Durante sua existência, a indústria exportou sua produção para diversos países, incluindo Holanda, França e Marrocos.

Ao longo dos anos, a Fumageira tornou-se um marco histórico em Santa Clara do Sul, com cerca de 1,5 mil metros quadrados de área e uma arquitetura marcante, destacando-se sua chaminé. Em 1967, a empresa encerrou suas atividades, mas a estrutura passou por uma transformação completa anos mais tarde, tornando-se um símbolo do desenvolvimento local.

A história da Fumageira também é marcada por seus mais de 200 funcionários ao longo dos anos, incluindo nomes como Wedelino Boesing (instrutor), Lauro Bugs (chefe de Escritório), Osvaldo Herrmann (foguista), Carlos Maehler (classificador), Emilio Werle (caixa), Mathilde Hartmann (encavaladora), Helga Allgayer (encavaladora), Henrique Becker (instrutor), Augusto Heissler (classificador), Guilherme Feix (classificador) e muitos outros que contribuíram para a indústria de fumo.

Acompanhe
nossas
redes sociais