Vida+Viva Sem Álcool amplia atuação no Vale do Taquari

regionalização

Vida+Viva Sem Álcool amplia atuação no Vale do Taquari

Em breve, pesquisa será feita com adolescentes de Arvorezinha e Estrela

Por

Vida+Viva Sem Álcool amplia atuação no Vale do Taquari
Foto: Henrique Pedersini

Após mais de 10 anos com atuação em Lajeado, o projeto “Vida+Viva Sem Álcool” será ampliado para outros municípios do Vale do Taquari. A regionalização do programa foi apresentada durante a 7ª Mostra Cultural, nesta quinta-feira, 3, na Univates.

A pesquisa sobre o acesso a substâncias como álcool e drogas será aplicada em Estrela e Arvorezinha, nos próximos meses. Existem tratativas para que o programa avance ainda para Cruzeiro do Sul, Anta Gorda e Imigrante. “Essa expansão ocorre em parceria com a Amvat. Queremos estabelecer novos núcleos no mesmo formato que está consolidado em Lajeado”, explica o promotor e coordenador do programa Neidemar Fachinetto.

LEIA TAMBÉM: Vida+Viva Sem Álcool avança para outras duas cidades

Para o coordenador científico do projeto, Luis Cesar de Castro, é fundamental conhecer a realidade de outras cidades e estimular o cuidado sobre o acesso precoce ao álcool e substâncias psicoativas. “Não vivemos em uma bolha, precisamos ter os dados sobre o que ocorre em outras partes do Vale”, analisou.

Novo mascote

Os gestores do Vida+Viva apresentaram o Beija-Flor como a mascote. Com nome ainda a ser definido, a ideia é utilizá-lo nas campanhas pela região e fortalecer os vínculos, de modo especial, com as crianças. “Representa a vitalidade deste público que tem menos de 18 anos e a necessidade de voltar esta energia para coisas positivas”, definiu Castro.

Durante a mostra cultural, foram apresentados vídeos feitos por estudantes da Escola de Ensino Médio Forquetinha e de Ensino Fundamental: Irmã Branca, Francisco Oscar Karnal, Manuel Bandeira e Otília Corêa de Lima, todas de Lajeado.

Acompanhe
nossas
redes sociais