Santa Clara Máquinas mostra como empreender pode mudar vidas

Lajeado Empreendedora

Santa Clara Máquinas mostra como empreender pode mudar vidas

Idealizado por Luiz Carlos Bianchini quando tinha 43 anos, empresa mostra como abrir um negócio pode dar novos significados para o cotidiano

Por

Atualizado segunda-feira,
23 de Janeiro de 2023 às 10:39

Santa Clara Máquinas mostra como empreender pode mudar vidas
Luiz Carlos Bianchini decidiu empreender aos 43 anos, depois de uma jornada inspiradora por diversas áreas. (Foto: J. J. Silva)
Gustavo Adolfo 03

Empreender é mudar a vida e dar novos significados para todo o cotidiano. Um bom exemplo disso é a trajetória de Luiz Carlos Bianchini, nome à frente da empresa Santa Clara Máquinas, que desde 2010 é a representante oficial da Stihl em Lajeado. Afinal, depois de uma jornada digna de um rockstar, Bianchini decidiu empreender aos 43 anos, ainda na cidade de Santa Clara do Sul.

Natural de Canudos do Vale, ele encontrou na família um contexto que o incentivou a buscar autonomia. Numa família de seis filhos, isso era até necessário. Enquanto seu pai era funcionário da prefeitura e a mãe era costureira, Bianchini buscou alternativas de trabalho em Lajeado, onde atuou em diversos lugares, até conseguir atuar como eletricista autônomo a partir da realização de um curso profissionalizante. Essa capacitação foi determinante para encaminhar seu destino.

Bianchini era vizinho de um dos líderes da Mirage, histórica produtora musical de Lajeado. A afinidade entre eles rendeu o convite para um trabalho temporário: ajudar com as caixas de som em uma festa em Porto Alegre. Contudo, as soluções apresentadas por Bianchini fizeram com que o trabalho temporário se tornasse fixo. “A Mirage cresceu e eu também. Quando abriram um escritório na capital do estado, em 1986, eu me mudei para lá”, lembra.

Depois de uma trajetória por trás de espetáculos protagonizados por nomes como Barão Vermelho, Belchior, Milton Nascimento, Engenheiros do Hawaii e RPM, Bianchini investiu em um restaurante. No local, ele se aproximou de um empresário do ramo de equipamentos. Em 1988, Bianchini vendeu o negócio e aceitou trabalhar com o amigo de Porto Alegre. Até 2003 ele colaborou com o negócio, onde aprendeu muito, estabeleceu conexões e desenvolveu importantes iniciativas que o fizeram um dos representantes mais relevantes da Stihl.

“Eu estava com 43 anos, não pensava mais em grandes negócios. Fui convidado por um primo para conhecer Santa Clara do Sul e me apaixonei. Aí, em maio de 2004, abrimos a revenda Stihl na cidade que está lá até hoje”, conta.

O negócio cresceu, a empresa participou pela primeira vez da Expovale em 2008 e, em 2010, foi convidado pela Stihl para assumir a revenda de Lajeado, o que aconteceu naquele mesmo ano. “Eu tenho que ser o melhor funcionário da empresa. Desde que tenho a loja aqui, já treinei uns 12 profissionais para outras unidades. Sou de ajudar”, conclui Bianchini, um exemplo de como empreender transforma todo o cotidiano sem importar a idade.

Assista ao vídeo exclusivo:

Ouça o quadro na programação da Rádio A Hora 102.9:

Acompanhe
nossas
redes sociais