“A vaga é uma garantia do Estado”, diz coordenadora da 3ª CRE

ENTREVISTA

“A vaga é uma garantia do Estado”, diz coordenadora da 3ª CRE

Conforme esclarece Cássia Benini, nenhum estudante ficará sem vaga na Rede Estadual. O que pode ocorrer a alguns alunos é não conseguir matricular no período do dia desejado

Por

Atualizado segunda-feira,
09 de Janeiro de 2023 às 14:36

“A vaga é uma garantia do Estado”, diz coordenadora da 3ª CRE
Titular da 3ª CRE, Cássia Benini (Foto: Rodrigo Gallas)
Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

“A vaga é uma garantia do Estado”, diz a titular da 3ª Coordenadoria Regional de Educação (3ª CRE), Cássia Benini. Ela explica que nenhum estudante ficará sem lugar na Rede Estadual. O que pode ocorrer para alguns alunos é não conseguir matricular no período do dia desejado.

LEIA MAIS: Período de confirmação das matrículas nas escolas estaduais segue até 13 de janeiro

Conforme Cássia, cada um dos 32 municípios do Vale do Taquari mantidos pela 3ª CRE tem realidades diferentes. E esta é praticamente exclusiva de Lajeado por ter escolas que atendem em três turnos diferentes.

O período de confirmação das matrículas da Rede Estadual para o ano letivo de 2023 segue até 13 de janeiro diretamente na escola para onde o candidato foi designado. Para isso, é necessário que pais ou responsáveis apresentem a documentação necessária para a efetivação da vaga.

Devem ser entregues os seguintes documentos:

  • Certidão de nascimento ou RG do aluno
  • Comprovante de escolaridade do aluno
  • Comprovante de residência do responsável
  • RG do responsável
  • Para alunos do 1º Ano do Ensino Fundamental: CNS (Cartão Nacional de Saúde), NIS (Número de Identificação Social) e atestado de vacinação.

Assista a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais