Natal o ano inteiro

opinião

Amanda Cantú

Amanda Cantú

Jornalista

Colunista do caderno Você

Natal o ano inteiro

Por

Para muita gente, o dia de hoje é um dos mais esperados do ano. A véspera do Natal é carregada de significados. Seja para os mais religiosos, ou mesmo para aqueles que apenas amam a magia da data, o Natal é como um respiro depois das provações enfrentadas ao longo do ano.

Conforme me ensinou um dos muitos entrevistados que passaram pelas páginas do caderno Você durante 2020, o Natal simboliza esperança. É o nascimento de algo novo e, junto com o final do ano, significa um período de recomeço.

A época também é sinônimo de boas memórias, não só por despertar reflexões sobre as coisas bonitas vividas ao longo do último ano, como também pelas recordações da infância ao redor da árvore iluminada e da casa cheia de gente.

Falar de Natal em 2020 não é algo fácil. Em um ano tão difícil, para muita gente, as memórias dos últimos 365 dias também trazem recordações dolorosas. Perdemos muito. O momento também não é o ideal para revivermos as festas em família das recordações da infância. Ainda vivemos um momento crítico. Se cuidar e proteger os seus, ter empatia, é imprescindível.

Por isso, para falar de Natal em 2020, decidimos falar sobre esperança. Entre as coisas boas deste ano, o caderno Você proporcionou conhecer muitas pessoas especiais. Entre elas, as pessoas cujas histórias contamos nas páginas da edição de Natal

Augusto Turelli, Robson Hamann e Fabrício Tedesco (o Binho) são os coordenadores do projeto social Construindo Campeões, que atende cerca de 30 jovens, entre quatro e 16 anos, moradores de Lajeado.

No tatame, os jovens aprendem muito mais do que as técnicas do  jiu-jitsu. O projeto é espaço de crescimento e formação de cidadãos. De aprender sobre amor, respeito, empatia e igualdade. É uma ferramenta que transforma vidas.

Essa história você confere na página “Você” aqui do site.

Iniciativas como o Construindo Campeões são o verdadeiro significado do Natal. Elas representam o nascimento da oportunidade que ainda é negada a tantas crianças no mundo. Representam, também, a esperança de um futuro melhor. E o melhor? São o Natal o ano inteiro.

Boa leitura e feliz Natal.