Confira o que Lula falou em entrevista coletiva no Vale

ARROIO DO MEIO

Confira o que Lula falou em entrevista coletiva no Vale

Presidente reafirmou o compromisso com os gaúchos de reconstruir as áreas destruídas pelas cheias

Por

Atualizado quinta-feira,
06 de Junho de 2024 às 18:03

Confira o que Lula falou em entrevista coletiva no Vale
Foto: Presidência da República

O governo federal anunciou na quinta-feira, 6, um programa de manutenção do emprego que prevê o pagamento de dois meses de salário mínimo para 434,2 mil trabalhadores com carteira assinada de empresas afetadas de forma direta pelas enchentes de maio. O anúncio ocorreu em coletiva de imprensa no Esporte Clube Rui Barbosa, em Arroio do Meio, após roteiro em áreas devastadas.

Em pronunciamento, Lula reafirmou o compromisso com os gaúchos de reconstruir as áreas destruídas pelas cheias. Ainda que leve um determinado período para a escolhas dos locais de reconstrução, a intenção é fazer de maneira que não coloque a segurança dos cidadãos em risco.  

“Somente quem fica na desgraça é o povo pobre que permanece morando em lugares degradantes,” ressaltou uma fonte do governo, destacando a necessidade de ação contínua e eficaz. “Não basta anunciar; é preciso criar condições para que o dinheiro seja executado,” completou, apontando a burocracia como um obstáculo que não pode ser tratado com normalidade. 

A resposta governamental inclui uma abordagem prudente, evitando a construção de moradias em áreas ribeirinhas, que são constantemente ameaçadas pelas enchentes do rio Taquari. “Vamos conversar com os prefeitos e formar parcerias para garantir que não seremos mais vítimas das enchentes,” afirmou. 

 O governo federal compromete-se a atuar dentro de suas limitações para restaurar a dignidade e o orgulho dos gaúchos. A criação do Ministério da Reconstrução visa dar ênfase às necessidades da população e evitar que o assunto caia no esquecimento. 

“Nós temos pessoas que construíram suas casas há 50 anos e, de uma hora para outra, perderam tudo,” disse, destacando a necessidade de sensibilidade e compreensão no processo de reconstrução. 

 Escolas, hospitais e outras infraestruturas essenciais serão cuidados pelo governo federal, conforme compromisso assumido publicamente. “Estamos fazendo algo que não tem precedentes neste país. Vamos cuidar do Rio Grande do Sul com o carinho que ele merece,” prometeu o líder. 

 Ele também destacou que, embora decisões não se concretizem imediatamente devido ao processo burocrático, é crucial que os manuais e procedimentos sejam adaptados para situações de anormalidade. “Não queremos infringir leis ou desrespeitar o Senado. Queremos respeitar a necessidade de cuidar desse povo,” afirmou, enfatizando a importância de análises cuidadosas e decisões acertadas para garantir a segurança da população. 

 No fim do evento, Lula ainda pediu que os prefeitos gaúchos não se deixem levar pelas “fake news” e ajudem a população mesmo durante as eleições municipais. “Não permitam que as eleições deste ano atrapalharem o compromisso de vocês com esse povo. Não deixem que façam uso político do que aconteceu.”  

Confira coletiva de Lula na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais