Estrela finaliza primeira etapa da operação tapa-buracos emergencial

CONSEQUÊNCIAS DA ENCHENTE

Estrela finaliza primeira etapa da operação tapa-buracos emergencial

Alem disso, obras de pavimentação que estavam paralisada em decorrência das cheias, são retomadas

Por

Estrela finaliza primeira etapa da operação tapa-buracos emergencial
Pavimentação da Geraldo Pereira, via que cresceu em uso e importância com a última cheia, deve ser finalizada até o final de semana. (foto: Isma Salvatori/ divulgação)
Estrela

O Governo de Estrela, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana, executou nos dois últimos dias a primeira etapa de operação emergencial para tapar buracos nas vias, ocasionados pela enchente do mês passado. Outras ações neste sentido devem ser feitas na próxima semana, de reforço ou mesmo em ruas que agora não foram atendidas.

Empresas terceirizadas retomam, aos poucos, o cronograma da pavimentação asfáltica que vinha sendo desenvolvido até a ocorrência da enchente. Prolongamento da pavimentação da Rua Geraldo Pereira deve ser concluída até o final de semana.

As ações tapa-buracos visam restaurar a mobilidade e a segurança nas vias públicas afetadas, mesmo que depois um reforço nestes pontos ou mesmo repavimentação completa da via seja necessária. Num primeiro momento, mais de dez funcionários e maquinário aplicaram cerca de 15 toneladas do chamado “CBUQ” – concreto betuminoso frio ou asfalto usinado a quente. O secretário da pasta, Osmar Müller, explica a proposta. “Não somente pela enchente, mas também depois pelo intenso uso das vias, prejudicadas, encharcadas, por máquinas pesadas de limpeza, caminhões de mudança e outros, acabam se deteriorando. Realizamos primeiro um procedimento nas vias de fluxo mais intenso e importantes, ou pontos onde o perigo para motoristas, motociclistas e outros era maior.”

Novas operações serão realizadas nos próximos dias em vias agora não atendidas (foto: Isma Salvatori/divulgação)

Novas operações serão realizadas, sendo que as equipes de trabalho ainda estão envolvidas com a limpeza das vias e recolhimento de entulhos. “Ainda estamos muito envolvidos, inclusive com trabalhos diretos à noite e finais de semana, de limpeza das vias e outras ações pontuais que nossas equipes sempre são importantes e por isso requisitadas. Agora aos poucos vamos identificar outros pontos que agora não foram atendidos ou mesmo realizar um reforço nestes locais, já que trata-se de uma medida parcial e momentânea, que só visa dar maior qualidade de fluxo neste momento de reconstrução. 

Pavimentação

Cronograma das pavimentações, também paralisado pelas enchentes e chuvas, foi retomado
(foto: Isma Salvatori/ divulgação)

O trabalho de pavimentação asfáltica que era executado até o período de enchente, foi retomado. Uma das obras expoentes deste planejamento é a Rua Geraldo Pereira, em prolongamento, no sentido do bairro Auxiliadora em direção à rodovia Transantarita. A construtora Conpasul é a responsável pela obra e a mesma deve ser finalizada até o final de semana. “Os trabalhos de prolongamento e expansão lateral, assim como do primeiro processo da pavimentação da base desta via vinham ocorrendo naturalmente até a chegada da enchente”, destaca o secretário.

“Depois de também verificarmos os estragos ali ocasionados, pois foi e será ainda mais agora uma importante via de fluxo em caso de cheias, a empresa realizou reparos na base. Agora, segue a pavimentação, que deve ser concluída nas próximas horas se o tempo colaborar. Restará a sinalização e pintura, o que ocorrerá na próxima semana.” No bairro Boa União, a segunda etapa de pavimentação da Rua Padre José Junges começará nos próximos dias.

Acompanhe
nossas
redes sociais