Técnicos vistoriam 511 residências em Vila Mariante

VENÂNCIO AIRES

Técnicos vistoriam 511 residências em Vila Mariante

Laudo vai orientar os moradores quanto a possibilidade de retorno seguro às suas casas ou de reconstrução das moradias

Por

Atualizado terça-feira,
04 de Junho de 2024 às 11:14

Técnicos vistoriam 511 residências em Vila Mariante
Foto: divulgação
Venâncio Aires

Em até duas semanas o município deve receber os laudos técnicos da vistoria feita em 511 residências na região de Vila Mariante, em Venâncio Aires, após os danos causados pelas enchentes, no mês passado.

O trabalho técnico de 30 profissionais ligados ao Crea-RS, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, e das equipes da Prefeitura vai orientar os moradores quanto a possibilidade de retorno seguro às suas casas ou de reconstrução das moradias. Os laudos também vão servir de subsídio ao Município para solicitação de auxílios financeiros aos governos estadual e federal para projetos habitacionais.

A ação do Crea aconteceu no final de semana, 1 e 2, integrando a Campanha Reconstruir RS que já cadastrou mais de dois mil profissionais para os trabalhos que são feitos de forma voluntária. “Este levantamento do Crea-RS, junto à Defesa Civil da cidade, é de fundamental importância tanto para as famílias que entraram e entrarão no aluguel social, quanto para termos um levantamento completo como base de dados que vai permitir que se dê sequência ao nosso trabalho de construção de lares definitivos, já que grande parte das moradias do distrito foram totalmente ou parcialmente destruídos nesta enchente de 2024”, ressaltou o prefeito de Venâncio Aires Jarbas da Rosa.

Após um mapeamento georeferenciado da região, os profissionais são divididos em equipes que atuam em lotes pré-determinados. “Além de fazermos uma atualização cadastral das residências que foram totalmente destruídas, as que ficaram em pé, mas foram afetadas, serão passiveis de análises na questão estrutural se para ver se serão destruídas ou reconstruídas. Então estamos aqui para dar esse suporte para os moradores fazendo esse trabalho voluntário, trazer a engenharia para dentro das comunidades”, explica o engenheiro civil e coordenador técnico do Comitê do Projeto Engenheiros Voluntário, Marcelo Saldanha.

Acompanhe
nossas
redes sociais