Daer finaliza laudo técnico sobre a ponte da ERS-129

Roca Sales-Encantado

Daer finaliza laudo técnico sobre a ponte da ERS-129

Departamento não atestou dano estrutural e assegura trafegabilidade

Por

Daer finaliza laudo técnico sobre a ponte da ERS-129
Foto: Bryan Bicca

A ponte localizada na ERS-129, entre os municípios de Roca Sales e Encantado, foi avaliada pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER) após suspeitas de que a força das águas poderia ter comprometido a estrutura dos pilares de sustentação. 

Atendendo a um ofício do Ministério Público do Rio Grande do Sul, que solicitou um laudo técnico para atestar as condições de trafegabilidade da ponte com um prazo de cinco dias, o DAER conduziu a inspeção.

O departamento finalizou o laudo e concluiu que não há danos estruturais, garantindo, assim, a segurança para o tráfego. Entretanto, recomenda-se aos veículos pesados que respeitem o limite de 40 km/h de velocidade conforme sinalização no local.

Documento na íntegra

“Vistoria realizada a fim de verificar a situação da estrutura em decorrência da enchente ocorrida no presente mês. Os pilares não apresentam nenhum desaprumo ou fissuras que indiquem qualquer movimentação da estrutura. As fundações não sofreram nenhum dano aparente. Não há nenhuma deformação no tabuleiro da ponte. Não foi observada vibração excessiva na estrutura nem quaisquer indícios de deslocamento longitudinal/transversal ou recalque da obra de arte após o evento. No entanto, destacamos a recomendação para que os veículos pesados respeitem o limite de 40 km/h de velocidade conforme sinalização já implantada no local.

Não há indícios de qualquer prejuízo estrutural à estabilidade da ponte e, foi observada a presença de processo erosivo nas fundações de três apoios intermediários lado ERS-129 fora d’água. Parte das estacas tipo FRANKI estão aparentes numa altura que varia de 1,20m a 2,60m em três pórticos. Não há seccionamento em nenhuma peça das estacas e há pouca armadura exposta nas mesmas. Tal fenômeno será sanado pela turma de CONSERVAÇÃO da SOA no mês de Junho/2024. Inicialmente, os serviços consistem na limpeza e retirada da galhada que envolve os apoios e dos troncos de árvores que se depositaram sobre os blocos.

Após, as estacas FRANKI serão reforçadas a partir do encamisamento com formas + colocação de armadura + preenchimento com argamassa visando o acréscimo da seção de concreto na zona exposta. Por último, será feito o reaterro com material do solo local resgatando o confinamento anterior das fundações. 

Acompanhe
nossas
redes sociais