Dnit inspeciona quatro eclusas do RS

Efeitos das enchentes

Dnit inspeciona quatro eclusas do RS

Entre os locais visitados pela Diretoria de Infraestrutura Aquaviária, está a Barragem Eclusa, em Bom Retiro do Sul

Por

Dnit inspeciona quatro eclusas do RS
Crédito: Divulgação/Dnit
Vale do Taquari

Uma comitiva da diretoria de infraestrutura aquaviária (DAQ) chegou nesta quarta-feira, 22, no Rio Grande do Sul, com o objetivo de efetuar uma inspeção no funcionamento das quatro eclusas sob responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) afetadas pelas fortes chuvas na região.

A visita tem como propósito analisar os efeitos das enchentes nas instalações das estruturas, tanto em termos mecânicos quanto hidráulicos. O Dnit é responsável pela operação das eclusas de Amarópolis, no município de General Câmara; de Bom Retiro, em Bom Retiro do Sul; do Anel de Dom Marco, em Rio Pardo; e do Fandango, em Cachoeira do Sul.

Apesar de atualmente não contar com o transbordo de embarcações, a eclusa de Bom Retiro, mesmo após ter sido submersa, encontra-se em funcionamento, desempenhando um papel crucial no controle dos níveis dos rios. Por outro lado, as demais eclusas foram severamente afetadas pelas chuvas e estão passando por avaliação devido aos danos significativos nas casas de máquinas e no prédio administrativo.

Além da inspeção das eclusas, a comitiva também visitou as administrações dos municípios de Bom Retiro do Sul e Estrela, com o intuito de avaliar os impactos das enchentes e definir como o Dnit pode auxiliar nos processos de recuperação e mitigação dos danos.

Com base nas conclusões da análise, serão elaboradas estratégias para fortalecer a infraestrutura aquaviária no estado e implementar medidas preventivas para futuras ocorrências.

Acompanhe
nossas
redes sociais