Associação Reconstrói Estrela é fundada

PÓS-CHEIA

Associação Reconstrói Estrela é fundada

Representantes da sociedade civil e juridica estiveram reunidos para discutir as viabilidades de resolver as principais demandas relacionadas as consequências da enchente ocorrida

Por

Associação Reconstrói Estrela é fundada
Foto: divulgação
Estrela

Em reunião histórica ocorrida na manhã desta terça-feira, 21, na sede da Câmara de Comércio Indústria, Serviços e Agronegócio de Estrela (Cacis), lideranças de diversas de esferas do município discutiram estratégias para a reconstrução de Estrela.

Representantes da classe empresarial, da comunidade, clubes de serviço e do setor público, estiveram reunidos discutir as viabilidades de resolver as principais demandas relacionadas as consequências da catastrófica enchente ocorrida entre abril e maio.

“Estamos unidos pela população e precisamos viver um dia após o outro”, diz o presidente da câmera Claus Wallauer.

Atualmente cerca de 230 famílias se beneficiam do aluguel social, e estão nesta situação desde setembro. No encontro, que contou com a presença do prefeito Elmar Schneider, e de outros representantes do poder público municipal, o chefe do executivo reiterou que 500 novas moradias serão construídas através da Caixa Econômica Federal.

O desafio, portanto seria arranjar uma área de terra para a construção de moradias para outras mil pessoas, que segundo a administração de Estrela, é a demanda que ainda não estava atendida no município. “Acabou se tendo por tanto a ideia de criar uma entidade, um novo CNPJ, a Associação Reconstrói Estrela, para canalizar recursos e buscar aquisição de terras e viabilizar a construção dessas moradias através de ajuda de parceiros e também de busca desses valores de fora da região, mediante uma grande campanha”, afirma o presidente da nova associação, o empresário Nilto Scapin.

“Nós já tivemos a sinalização de empresários interessados em colaborar com recursos para a viabilização dessas obras, mas também buscamos o alinhamento com o poder público para encontrar um caminho, e agora a busca é pela confirmação do local e também dos recursos necessários em sua totalidade, projetos e toda e toda a parte burocrática, e o setor privado busca justamente dar essa celeridade no processo e encontramos como o melhor caminho a criação desta nova associação”, ressalta Wallauer.

“Foi uma reunião produtiva que fez com que pudéssemos achar um caminho, e a grande demanda no momento é a realocação dessas pessoas para novas moradias, mas o Brasil e o mundo precisa olhar para Estrela, para que isso seja possível, precisamos de ajuda e de recursos de fora, e essa busca passa através desta associação” analisa o prefeito de Estrela, Elmar Schneider.

Nos próximos dias ocorrem as tratativas com proprietários de áreas que possivelmente serão utilizadas para a instalação das moradias.

Wallauer também manifesta a linha de crédito do Sicredi, fornecida exclusivamente para associados da Cacis. Comerciantes e industriários atingidos pela cheia, podem procurar a instituição financeira para utilizar do recurso. O presidente da associação explica que há possibilidade de ser pago em 72 vezes, com possibilidade de carência de seis meses e condição de uma taxa de CDI (Certificado de Depósito Interbancário) de mais 0,35.

Para finalizar, ele salienta o intuito de uma entidade comercial de Rio do Sul, município de Santa Catarina, que pretende adotar industrias estrelenses para auxiliá-las a se reconstruir. “Isso está nos deixando com energia para prosseguir e bem positivos.”

Acompanhe
nossas
redes sociais