Cuidado com os pets ajuda amenizar dor das vítimas

CHEIAS NO VALE

Cuidado com os pets ajuda amenizar dor das vítimas

Um espaço junto ao Pavilhão Agropecuário, no Parque do Chimarrão, abriga quase 70 animais

Por

Cuidado com os pets ajuda amenizar dor das vítimas
Foto: Assessoria de Imprensa/Divulgação.
Venâncio Aires

Uma forma de amenizar o sofrimento das vítimas das enchentes, em Venâncio Aires, além da acolhida em abrigos e destinação de doações, tem sido o cuidado com os animais de estimação das famílias. Para isso, um espaço junto ao Pavilhão Agropecuário, no Parque do Chimarrão, está abrigando quase 70, com cuidados coordenados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e muito trabalho voluntário. São animais que foram removidos para o local, por não terem tidos seus tutores identificados ou que estavam em condições precárias de saúde, feridos ou debilitados, depois das cheias.

“Esses animais estão sendo constantemente monitorados para garantir não apenas sua integridade física, mas também seu bem-estar psicológico, preparando-os para retornar aos lares quando possível”, destaca a secretária de Meio Ambiente, Carin Gomes.

O trabalho é realizado com o apoio de mais de 200 voluntários empenhados em garantir o bem-estar dos animais resgatados. Muitos deles contribuem com doações e se organizam em escalas de trabalho para assegurar que cada animal receba os cuidados necessários, incluindo momentos de brincadeira e interação, proporcionando conforto e companhia durante esse período. “Os tutores podem ficar tranquilos que estamos cuidando bem dos pets e os reencontros serão em bonitos”, destaca a secretária.

No entanto, enquanto aguardam a identificação de seus donos, a busca por lares temporários torna-se importante. A Causa Animal convoca aqueles dispostos a oferecerem temporariamente um lar para esses animais. O contato pode ser feito através do WhatsApp no número (51) 93505-7229. Caso os proprietários não sejam localizados, orientações para adoção responsável serão fornecidas.

Na enchente

Conforme a secretária municipal de Meio Ambiente, Carin Gomes, durante os dias de enchente, mais de 600 animais, entre cachorros, felinos, aves, suínos, caprinos, bovinos e equinos foram resgatados. Alguns seguiram com seus tutores para os abrigos disponibilizados pela Prefeitura, outros foram para lares temporários de voluntários, para o Centro de Adestramento ‘Amigo dos Cães’ (em Mato Leitão), no CT Animal e nas clínicas veterinárias parceiras.

A operação de salvamento destes animais contou com a participação da Semma, contou com a participação do Corpo de Bombeiros, ONG Amigo Bicho, Protetores Independentes, Centro de Adestramento Amigos dos Cães e Conselho de Proteção aos Animais.

Acompanhe
nossas
redes sociais