Trânsito na BR-386 ganha nova passagem para melhorar fluxo

LOGÍSTICA

Trânsito na BR-386 ganha nova passagem para melhorar fluxo

PRF e CCR ViaSul concentraram esforços ao longo do dia em viabilizar passagem em uma das faixas da ponte Norte, interrompida desde a enchente. Outras rodovias sofreram com trânsito carregado ao longo do dia, como a ERS-129 e a ERS-130

Por

Atualizado sábado,
11 de Maio de 2024 às 07:28

Trânsito na BR-386 ganha nova passagem para melhorar fluxo
Na sexta-feira, motoristas relataram até cinco horas de espera para cruzar rodovia (Foto: A Hora)
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A sexta-feira, 10, foi de lentidão e exigiu muita paciência de motoristas que buscavam cruzar a BR-386, entre Lajeado e Estrela. Não bastasse a grande movimentação de veículos neste trecho, o trânsito carregado em outras rodovias criou um enorme gargalo na mobilidade urbana regional. Em paralelo a isso, tentativas de melhorar o fluxo na estrada federal.

Ainda na manhã, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) anunciou a intenção de viabilizar uma “terceira faixa” na BR, com a liberação de uma das duas pistas na ponte Norte (sentido Estrela/Lajeado). Entretanto, um problema hidráulico dificultou o trabalho conjunto com a CCR ViaSul e a passagem de veículos ficou comprometida durante todo o dia.

Até o fim da tarde dessa sexta, o trânsito seguia restrito à ponte Sul, no sistema de fluxo e contrafluxo. Não foram poucos os momentos em que houve uma tentativa de garantir a passagem de veículos na estrutura. A liberação ocorreu somente no começo da noite.

O comandante da 4ª Delegacia da PRF, Marcos Barboza Silva, garantiu “empenho máximo” no processo. “Estivemos em negociação no local com o engenheiro-chefe da CCR. Trabalhar intensamente para liberara a partir da 19h a passagem de veículos. Os engarrafamentos estavam quilométricos”, frisou Silva, no fim da tarde.

O problema hidráulico, conforme Silva, se deu com por um vazamento na via lateral, ao lado da ponte seca, por onde o fluxo de veículos passaria após cruzar a ponte do Taquari. “Acumulou muita água na pista, formando uma lama muito forte. Os engenheiros ficaram com receio de liberar antes da solução deste problema”.

Rodovias caóticas

Não foi somente a BR-386 que apresentou problemas durante o dia. Na ERS-129, que se tornou uma opção de ligação entre Lajeado e Estrela com a região alta do Vale do Taquari, filas quilométricas de veículos se formaram, sobretudo em Roca Sales.
Por conta disso, o fluxo passou a ser restrito a apenas veículos de emergência, resgate e caminhões com mantimentos. As condições da pista são ruins em razão da destruição causada pela cheia do Taquari e se agravaram com a chuva que caiu ao longo do dia.

Na ERS-130, um acidente durante a manhã, na ponte sobre o Arroio Saraquá, em Lajeado, deixou o trânsito carregado na rodovia. Mesmo após a retirada dos veículos envolvidos, o trânsito seguiu lento e piorou no fim da tarde.

Motoristas chegam a esperar cinco horas

Vindo de estrela, o caminhoneiro Cléber Schwertner entrou na BR-386 vindo da Rota do Sol. No acesso principal a Estrela, entrou na fila para passar pela ponte sobre o Rio Taquari. Era por volta das 13h. Depois de mais de três horas, conseguiu passar. “A fila estava imensa. Está bem complicado fazer essa travessia. Mas, pelo menos a ponte resistiu.”

No outro lado, o caminhoneiro Márcio Castro ficou cinco horas para sair de Lajeado e passar para Estrela. “Está difícil. Entendo que é uma questão de segurança. Mas será muito importante termos essa ligação em boas condições o quanto antes.”

Entenda a situação da BR

– Desde domingo, após as águas do Rio Taquari baixarem, a ponte da BR-386 passa por intensas avaliações de segurança. Num primeiro momento, foi liberada a travessia de pedestres, de hora em hora;

– Posteriormente, a passagem passou a ser feita sem restrições. Na segunda-feira, ocorreu, inicialmente, a liberação de veículos de emergência na ponte Sul. No mesmo dia, foi permitido o fluxo de todo tipo de veículo, inclusive pesados;

– Nos últimos dias, os congestionamentos se tornaram frequentes, em diferentes horários. Com isso, a PRF buscou viabilizar a liberação da terceira faixa, na pista Norte;

– Com a abertura da via, é possível acessar Lajeado pela alça da rua Bento Rosa ou, ainda, seguir pela via lateral em direção ao Parque do Imigrante;

– A operação de tráfego no local seguirá o mesmo modelo adotado na ponte Sul, com limite máximo de velocidade de 40 quilômetros por hora.

Acompanhe
nossas
redes sociais