Doutores Palhaços levam experiência de hospital para abrigo

Parque do Imigrante

Doutores Palhaços levam experiência de hospital para abrigo

Com frases engraçadas, piadas improvisadas e interações lúdicas, grupo proporciona descontração para as crianças que ali se refugiam

Por

Doutores Palhaços levam experiência de hospital para abrigo
Voluntários do projeto “E seu sorrir”, da Univates. (Foto: Andreia Rabaiolli)
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Com um lenço vermelho amarrado no pescoço ao estilo francês e uma boina preta na cabeça, o professor Cristiano Pereira se apresentava, pronto para alegrar a criançada.

Em meio à realidade do abrigo provisório no Parque do Imigrante, ele integra um grupo de “doutores palhaços” e, neste domingo, 5, ajudou a semear sorrisos pelos pavilhões. Com frases engraçadas, piadas improvisadas e interações lúdicas, os palhaços proporcionaram descontração para as crianças que ali se refugiam.

Os voluntários fazem parte do projeto “E seu sorrir”, da Univates. Desde 2015, o grupo atua em hospitais, levando aos pacientes e familiares, leveza e acolhimento. A equipe decidiu usar a experiência de teatro e o humor usado em hospitais para impactar o domingo das crianças afetadas pelas cheias. “Usamos nossa capacidade de improviso para levar o carinho em forma de descontração”, salienta Pereira.

Professor Cristiano Pereira, o “Dr Pierrô”

Em meio às adversidades, o humor possui um poder transformador e reduz a distância emocional. “Já é o segundo dia que estamos aqui e, ao nos verem chegar, as crianças nos chamaram imediatamente”, observa o professor. Ele se apresenta como “Doutor Pierrê”, um médico francês, formado em “besteirologia”. Essa imagem divertida ajuda a aliviar as tensões do público.

A turma de palhaços doutores brincou com as crianças da escolinha adaptada no Parque do Imigrante durante a tarde inteira e deve fazer novas incursões pelos abrigos de Lajeado.

Acompanhe
nossas
redes sociais