“Eu perdi tudo”, diz emocionado morador de Marques de Souza

CHEIA NO VALE

“Eu perdi tudo”, diz emocionado morador de Marques de Souza

Morador há 14 anos, Carlos Busch ainda tentou salvar pertences, mas atitude foi em vão. Município segue sem energia e abastecimento de água

Por

Atualizado sábado,
04 de Maio de 2024 às 09:14

“Eu perdi tudo”, diz emocionado morador de Marques de Souza
Imagens: Felipe Neitzke
Marques de Souza
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O cenário de destruição se estende por Marques de Souza, onde a água da enchente invadiu casas, prédios e ruas, deixando um rastro de desespero e perdas irreparáveis. Moradores como o senhor Carlos Busch testemunharam a força avassaladora das águas, que arrancaram tudo à sua passagem, deixando apenas destroços e desolação.

Busch relata o impacto do desastre em sua residência, onde toda a mobília foi perdida e parte da estrutura da casa comprometida. “A casa dentro, os móveis, perdemos tudo”, lamenta. “Estamos mal, muito mal”, desabafa, enquanto tenta recuperar algumas poucas roupas que restaram após a inundação ter levado embora portas, janelas e pertences preciosos.

Com 14 anos de residência na região, Busch afirma nunca ter presenciado uma catástrofe semelhante. “Na enchente passada, a água invadiu a nossa casa, perdemos algumas coisas, mas desta vez, foi horrível”, recorda.

Além das residências, a infraestrutura urbana de Marques de Souza também foi severamente afetada, com vias públicas intransitáveis e praças devastadas. A avenida que dá acesso ao hospital do município teve sua estrutura comprometida, somando-se aos danos generalizados causados pelo poder das águas.

A antecipação diante das previsões climáticas não foi suficiente para evitar as perdas. Busch relata seus esforços para proteger seus pertences antes da inundação, mas foi inevitável. “Estava tentando colocar as coisas um pouco mais alto, achando que podia salvar. Quando me chamaram, não tinha mais jeito, a água já vinha na altura da cintura, tive que sair. É muito triste”, desabafa.

Marques de Souza enfrenta agora a falta de energia elétrica e o abastecimento de água interrompido, agravando ainda mais a situação de emergência vivida pelos seus munícipes.

Assista a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais