Via Sacra Meditativa reúne centenas de pessoas em Muçum

Reflexão e espiritualidade

Via Sacra Meditativa reúne centenas de pessoas em Muçum

Momento contou com reflexões, teatro e músicas na Praça da Matriz

Por

Via Sacra Meditativa reúne centenas de pessoas em Muçum
Foto: divulgação

A cidade de Muçum viveu momento de devoção e espiritualidade com a Via Sacra Meditativa, na noite da sexta-feira Santa, 29. De forma inédita, a iniciativa reuniu centenas de fiéis e devotos para refletir sobre a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo.

A Via Sacra Meditativa é uma prática religiosa que remonta ao século IV e consiste em percorrer um caminho simbólico, de forma a relembrar os passos de Jesus desde o momento de sua condenação até a crucificação e morte.Em cada estação, os participantes meditam sobre as dores e sofrimentos de Cristo, bem como sobre o significado espiritual desses eventos para a vida dos fiéis.

O evento em Muçum ocorreu no Morro da Matriz, na área central da cidade. A primeira estação, que relembra a condenação de Jesus, foi marcada por leituras bíblicas e reflexões sobre o perdão e a misericórdia.

Ao longo das cenas apresentadas, os participantes puderam refletir sobre temas como o amor ao próximo, a solidariedade e o sacrifício. Além das mensagens, os presentes se emocionaram com cenas teatrais e música sacra, que se juntaram à celebração, tornando-a ainda mais rica e emocionante.

O padre Clailson Barp destacou a importância da Via Sacra como um momento de renovação espiritual e de encontro com Deus. “Neste tempo de Quaresma, somos chamados a refletir sobre o sacrifício de Cristo e a renovar nossa fé e nossa devoção”, afirma.

Para o presidente da Associação Muçunense de Artes (AMA), Renan Lucas Nardin, entidade que apoiou o momento, a apresentação uniu a reflexão sobre a Paixão de Cristo com a arte e a cultura locais. “Nossa intenção, para o ano de 2025, é retomar o espetáculo teatral da Paixão de Cristo, que por muitos anos foi uma tradição em Muçum. Este espetáculo, que envolve tantos talentos e esforços da comunidade, não apenas proporciona um momento de reflexão e devoção, mas também valoriza a cultura e a arte local, fortalecendo os laços entre os moradores e promovendo a integração de nossa comunidade”, afirma.

Em sua mensagem, o prefeito de Muçum, Mateus Giovanoni Trojan também destacou o esforço da comunidade para realizar a Via Sacra Meditativa após todo o ocorrido no município, que foi devastado pela enchente de setembro do ano passado. “Este momento é um testemunho do espírito resiliente e da fé inabalável de nossa comunidade, que mesmo diante das adversidades, encontra forças para se unir em oração e reflexão. A realização da Via Sacra Meditativa neste ano é um símbolo de superação e renovação para Muçum. Agradeço a todos os envolvidos, em especial à Associação Muçunense de Artes (AMA), por seu esforço e dedicação para tornar este evento possível. É através de ações como esta que demonstramos a nossa capacidade de nos reerguer e seguir em frente, fortalecidos pela nossa fé e pela união de nossa comunidade”, disse.

O coordenador da Via Sacra Meditativa, Ranieri Zilio Moriggi, agradeceu o empenho de cada ator participante e de todos que apoiaram a iniciativa. Ele fez um apelo para que a comunidade abrace a Paixão de Cristo para que, em 2025, o espetáculo volte a ocorrer em sua normalidade. “Este ano, não iríamos realizar nada. Mas, para não deixar passar em branco esse momento tão importante, sem nenhuma reflexão, reformulamos a ideia e criamos a Via Sacra Meditativa que, certamente, cumpriu com seu objetivo: propor reflexão das nossas atitudes enquanto cidadãos e cristãos”, disse.

Em 2025, o espetáculo teatral “Paixão de Cristo de Muçum”, está marcado para ocorrer na sexta-feira Santa, 18, no morro da Igreja Matriz.

Acompanhe
nossas
redes sociais