CDL consulta associados sobre prioridades para 2024

ENTREVISTA CONEXÃO REGIONAL

CDL consulta associados sobre prioridades para 2024

Questionário é uma das primeiras ações da gestão de Giselda Hahn na presidência do grupo empresarial

Por

Atualizado segunda-feira,
04 de Março de 2024 às 20:55

CDL consulta associados sobre prioridades para 2024
Giselda Hahn assumiu presidência na última semana (Foto: Henrique Pedersini)
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A nova diretoria da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Lajeado quer saber de seus associados quais as metas que precisam ser priorizadas em 2024. A medida foi confirmada pela presidente Giselda Hahn, em entrevista ao Conexão Regional da Rádio A Hora nesta segunda-feira, 4.

O questionário é composto por três perguntas: “Quais as três principais dificuldades que enfrentas no teu negócio?”, “O que tu esperas da atuação da CDL neste ano?” e “Como tu avalias a principal campanha da CDL, o Lajeado Brilha?”. Conforme Giselda, trata-se de uma aproximação entre a direção e os cerca de 520 associados. “Importante para sabermos o que eles enfrentam no dia a dia e de que forma a entidade pode se movimentar, além de analisar alterações no Lajeado Brilha, que é uma das principais atividades no ano”, especifica.

A consulta será encaminhada nos próximos dias por Whatsapp aos contatos cadastrados para cada integrante da câmara, até mesmo aqueles que possuem estabelecimentos em outras cidades.

LEIA TAMBÉM: Lajeadense com carreira internacional palestra na convenção lojista da CDL

Mudanças na Júlio de Castilhos
A presidente revela expectativa pela devolutiva dos apontamentos feitos pelo fórum das entidades ao projeto para remodelação da rua Júlio de Castilhos, onde se concentra a maior parte dos estabelecimentos varejistas. Giselda cita a necessidade de maior arborização, pontos de lazer, caminhada e melhor circulação de veículos. “Pelo contexto histórico e relevância econômica, é uma área que precisa ser mais atrativa”, resume.

A empresária observa com naturalidade o processo de descentralização, onde lojas se transferiram para bairros como São Cristóvão ou Conventos. Segundo ela, também será importante debater ao longo de 2024 o estacionamento rotativo e o comércio irregular.
praticado por ambulantes no Centro.

Assista a entrevista completa:

Acompanhe
nossas
redes sociais