Fiergs estima crescimento lento da indústria em 2024

Federação das Indústrias

Fiergs estima crescimento lento da indústria em 2024

Pesquisa com empresas gaúchas indica redução na empregabilidade e ociosidade elevada nos parques fabris

Por

Fiergs estima crescimento lento da indústria em 2024
Conforme levantamento da Fiergs com 199 indústrias, perspectiva é para aumento da produção nos próximos meses. (Foto:ARQUIVO)
Estado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A Sondagem Industrial, feita pela Federação das Indústrias do RS (Fiergs), revela um início de ano com ritmo lento. Os números indicam produção estável, com um declínio na abertura de postos de trabalho e baixo uso da capacidade fabril.

De positivo, os estoques retornaram aos níveis desejados pelas empresas. Para os próximos seis meses, os empresários projetam crescimento na demanda e no emprego. O presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry, destaca que o cenário econômico incerto e a possível elevação do ICMS geram cautela, mas muitos empresários enxergam o futuro com uma perspectiva mais positiva. A Sondagem Industrial foi feita entre 1º e 9 de fevereiro com 199 empresas.

Detalhes

O índice de produção industrial atingiu 49,5 pontos em janeiro, mostrando uma pequena redução na virada do ano, mantendo-se próximo à estabilidade. O emprego industrial, por sua vez, iniciou o ano em trajetória negativa, indicando uma queda em relação ao mês anterior.

Sobre o uso da capacidade instalada (UCI), houve crescimento de um ponto percentual, atingindo 67%, mas ainda fica abaixo da média histórica para janeiro.

Já os estoques de produtos finais estão em queda. Isso é uma notícia positiva, pois significa vendas e alta rotatividade no mercado consumidor. Pela análise da Fiergs, o nível atual é o desejado pela indústria, e não acontecia desde agosto de 2023. Sobre as expectativas para a demanda futura, também há uma previsão otimista.

Com relação a compra de matéria-prima, a Sondagem Industrial acompanha índices satisfatórios, o que significa continuidade da produção para o próximo trimestre. Como aspecto de preocupação, a venda para o exterior tende a sofrer quedas.

Acompanhe
nossas
redes sociais