Governo de Venâncio Aires convoca entidades para parcerias por emendas impositivas

projetos e ações

Governo de Venâncio Aires convoca entidades para parcerias por emendas impositivas

Serão 168 emendas com um valor agregado de R$ 3,2 milhões destinados às áreas da Cultura, Esporte, Educação, Habitação, Desenvolvimento Social e Desenvolvimento Rural

Por

Governo de Venâncio Aires convoca entidades para parcerias por emendas impositivas
Foto: divulgação
Venâncio Aires
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Desde segunda-feira, 19, o governo de Venâncio Aires convoca as entidades da sociedade civil contempladas com emendas impositivas para apresentarem os planos de trabalho para o exercício de 2024. Esta convocação visa promover o desenvolvimento de projetos e ações que beneficiem diretamente a comunidade venâncio-airense.

De acordo com o documento disponível no site da prefeitura, serão 168 emendas impositivas para as entidades com um valor agregado de R$ 3,2 milhões destinados às áreas da Cultura, Esporte, Educação, Habitação, Desenvolvimento Social e Desenvolvimento Rural. Do total de emendas impositivas, a Secretaria de Cultura e Esportes receberá o maior número, contabilizando 136. A Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Social será beneficiada com 17 emendas; a Secretaria de Desenvolvimento Rural receberá cinco; a Secretaria da Educação contará com quatro; a Secretaria de Segurança Pública beneficiada com cinco e à Secretaria do Meio Ambiente será destinada com uma emenda.

Conforme a coordenadora da Central de Projetos Municipal, Deizimara Souza, as entidades interessadas devem apresentar os planos de trabalho, acompanhados de um ofício que indique a parceria proposta através das emendas impositivas e o vereador que fez a indicação à Lei Orçamentária Anual.

Todos os documentos necessários podem ser consultados no portal da Prefeitura, e cadastrados AQUI, até o dia 29 de fevereiro. “Depois desta etapa, avaliamos os projetos e, posteriormente, divulgaremos o resultado das propostas. É importante destacar que eles devem estar atualizados e dentro do prazo de validade, pois o não cumprimento das exigências pode resultar em impedimento técnico para a participação das entidades”, finaliza Deizimara.

Acompanhe
nossas
redes sociais