Comitiva do Vale visita barragem de Cotiporã para avançar em plano regional

PLANO DE CONTINGÊNCIA

Comitiva do Vale visita barragem de Cotiporã para avançar em plano regional

Intuito é buscar respostas para questionamentos acerca dos impactos da abertura e fechamento das comportas, além de informações que possam contribuir para a elaboração do Plano Regional de Combate e Prevenção às Enchentes

Por

Atualizado quarta-feira,
24 de Janeiro de 2024 às 15:35

Comitiva do Vale visita barragem de Cotiporã para avançar em plano regional
Gerente de Operação e Manutenção da Companhia Energética Rio das Antas (Ceran), André Akashi (Foto: Rodrigo Martini)
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Uma comitiva de representantes dos setores público e privado do Vale do Taquari participa de mais uma missão institucional nesta quarta-feira, 24. A viagem serve para buscar conhecimentos e subsídios para a criação do Plano Regional de Combate e Prevenção às Enchentes.

O grupo conhece a estrutura e o funcionamento da Barragem 14 de Julho, em Cotiporã, uma ferramenta que também funciona como usina hidrelétrica da Companhia Energética Rio das Antas, a Ceran.

Conforme o prefeito de Encantado, Jonas Calvi, essa visita tem como objetivo buscar informações para continuar avançando no plano regional. “Queremos saber o impacta das barragens que tem comporta e as que não tem. Vários questionamentos a serem respondidos ao longo da visita como, o que realmente é verdade do que é divulgado e o que impacta lá na frente”, destaca Calvi.

Foto: Rodrigo Martini

Para o coordenador da Defesa Civil de Lajeado, Gilmar Queiroz, é uma oportunidade de tirar dúvidas e buscar conhecimentos acerca das barragens e aplicar no Vale, “pois boa parte das nossas águas vem daqui”.

Ele cita ainda a visita realizada em blumenau que foi possível visualizar os abrigos, alarmes, alertas, o monitoramento, sistemas de mensagens emitidas à comunidade. “Isso facilita e se tivermos isso na nossa região, vai ajudar muito na prevenção a novos desastres naturais.”

Acompanhe a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais