Pesquisa sobre saúde mental é desenvolvida em Doutor Ricardo

ENTREVISTA | FRENTE E VERSO

Pesquisa sobre saúde mental é desenvolvida em Doutor Ricardo

A intenção é aproximar cada vez mais a comunidade dos profissionais da saúde

Por

Pesquisa sobre saúde mental é desenvolvida em Doutor Ricardo
Foto: Brayan Bicca
Encantado

O Programa Frente e Verso, da Rádio A Hora, 102.9, recebeu na manhã desta segunda-feira, 22, o secretário da saúde do município de Doutor Ricardo, Soemar Santin, a educadora social, Caroline Weber e a psicóloga Rosangela Schuster, para falarem sobre a pesquisa acerca da saúde mental desenvolvida em Doutor Ricardo.

O que se destaca é a forma de adesão da população e a maneira em que o interesse pelos cuidados com a saúde mental precisa aumentar, evitando o uso exagerado de medicações, procurando por terapias, para auxiliar na cura do diagnóstico.

Conforme Rosangela, no atendimento individual percebia-se que não era somente aquela pessoa adoecida dentro da família, mas outros integrantes também. Ela descreve que o uso do álcool cresceu muito e, por conta disso, as pessoas criaram a dependência, um dos pontos que colaboraram para o desenvolvimento desse mapeamento através da pesquisa.

“Outras causas que levaram as pessoas a adoecerem mais são relacionadas a questões depressivas, ansiedade, automedicação, crises em relacionamentos, dentre outros”.

Caroline ressalta que no início, a pesquisa era direcionada para pessoas a partir dos 18 anos, mas segundo ela, questionário também foi preenchido por pessoas desde os 13 anos que aderiram à campanha.

“Ainda que tenha ocorrido o aumento da participação, principalmente dos mais jovens, há um grande índice de não aceitação, principalmente pelo grupo masculino, que não adere aos tratamentos”. Somente 15% do público masculino respondeu a pesquisa e equipes de saúde buscam mudar essa realidade no município. “Estamos pensando em criar um grupo de apoio fora expediente de trabalho, pode ser uma solução”, afirma.

Acompanhe a entrevista na íntegra 

Acompanhe
nossas
redes sociais